terça-feira, 19 de agosto de 2008

O que é sexo vulgar?

Vários dos blogs que visito regularmente se têm debruçado sobre o binómio sensualidade/vulgaridade. E isso, como muito bem escreveu a Vita, é subjectivo e deve ser entendido num determinado contexto e consoante as pessoas envolvidas.

Um exemplo:
Eu não acho nada vulgar uma mulher dizer-me num momento de puro delírio “Mete-me o caralho todo cá dentro...”. Eu só teria de responder, envergonhado: “mas já está!!!!”

Agora, já acharia muito inconveniente uma mulher dizer-me:
“Por mais que te pareça pouco provável, seria muito incómodo aproximares o teu corpo do meu, por forma a que o teu pénis se encontre em posição mais privilegiada para a que a penetração se faça com maior profundidade e permita que eu retire maior prazer do acto sexual?”.
Lá se ia a tusa toda...

Eu também gosto de uma “lady na mesa e uma puta na cama”. Também pode ser uma lady na cama e uma puta na mesa, já que também é divertido tomar o pequeno almoço na cama e fazer sexo na mesa da cozinha...

A D. Antónia também criou alguns questionários dedicados ao tema, se bem que nalguns deles acho que foi um bocado tendenciosa. Um exemplo:

«A) Preferes um homem que te “foda” à bruta como se fosses um objecto descartável?
B) Ou um que te “foda” gentil e carinhosamente, fazendo-te sentir única?

D. Antónia, isso é o mesmo que tu me perguntares: preferes que eu te espanque de vassourada entre Santa Marta de Penaguião e Lisboa ou que te receba no convívio de seis de Setembro com um beijinho?

Porque não acrescentastes uma terceira hipótese? Do género, «um homem que te foda à bruta, fazendo-te sentir especial?» Há casos em que é possível.

Claro que isso não seria para mim, que não consigo ser bruto com ninguém e tenho sempre esta carinha de anjinho barroco. Por isso é que as mulheres sempre preferiam fazer-me festinhas. Na cabeça. De cima, pessoal, vocês são terríveis!

Certo é que na cama é a hora da verdade. Ali, despidos de tudo, é onde nos revelamos. Onde nos surpreendemos ou temos grandes decepções. Onde as aparências se podem reduzir a cinzas. Querem um exemplo?

O que uma mulher preferiria?

- O George Clooney na cama sem tomar banho há seis meses, sem lavar os dentes há nove meses, com um penico na cabeça a fazer de chapéu e a recitar a bíblia enquanto faziam sexo?
- Ou o Jorge Silva que - apesar de um ligeiríssimo erro de distribuição de centímetros na zona da grande cintura – é danado para a brincadeira e levaria a mulher à lua até ela pedir clemência?

Pensando bem, acho que estou a abusar da sorte... Pergunto o que não devo e arrisco-me a ouvir o que não quero...

Beijinhos e abraços

47 comentários:

Pax disse...

Acho que estás a abusar sim.
Como já uma vez te tinha dito, não acho grande piada ao outro Jorge, portanto, se houvessem só esses dois Jorges na Terra, eu preferia-te mesmo de penico, que ao menos falava contigo sem pensar que estava a dar demasiados erros gramaticais e aposto que ele só sabe contar piadas quando estão escritas no guião.
(Esta de seres preferido no caso de só haverem dois homens na Terra não deve ter soado lá muito bem... mas tu já sabias que estavas a arriscar-te;)

Ena! Que fixe! O sexo voltou depois de um quase quase quase, mas mesmo quase quase intervalo!

Beijos ;)

D.Antónia Ferreirinha disse...

É pá eu gosto disto.
Eu gosto que um post meu dê pano pra mangas, ahahah.
Já viste Jorge que anda meio mundo a pegar na minha?
Foda-se, caralho pra esta merda....ahahah.
Não fui tendenciosa, o objectivo era chegar á conclusão que tudo o que ultrapassa a medida de cada um, pode conduzir ao vulgar. O que em mim pode ser vulgar noutros pode não o ser.
E pronto, meu querido há certos termos que eu, e friso eu, não gosto de os ler e muito menos de os dizer onde não devo, mas respeito. Se cada um os usa, ok, faz muito bem. Tudo o que seja de comum acordo na intimidade de cada um, é ouro sobre azul se for feito em sintonia. Queres que te diga quais são?
Ou consegues percepcioná-lo?
Mas eu digo, ou melhor escrevo, depois publicas ou não: broche, minete, colhões, cona , queca, leitinho, rata, e afins. E não, não suporto pilinha, parreca, pipi, pénis, vagina etc. Há gostos pra tudo. Há putas de luxo, pá, rsrsrsrsrs, e essas até comem
à mesa dum rei, pois são-o mas não o demonstram, ahahah. Enquanto outras têm entrada vedada na mesa do rei, não por o serem, mas por o parecerem. Percebeste a diferença entre o sensual e o vulgar?
Beijocas sem hardcore, ahahah.

Leo disse...

Bom dia Jorge....cá estamos nós para mais um dia de agradável converseta....

Sobre o tema do dia...sabes aquela frase lapidar (por parte delas,claro) que diz:

"-Prefiro um bom amigo a um mau amante-" ...Antes
mesmo de saber se és ou não a segunda hipótese...? Bom, eu oiço-a frequentemente...
.... salvo raras excepções que não fazem alarde de se sou bom ou mau...
.... mas também não me queixo.....rsrsrsrsrsr

Abraço

ps......cm à volta da barriga? Isso é a pdi e o exercício de sofá.....eheheheheh

Jorge Pessoa e Silva disse...

rs... rs... rs...

Viva Pax

Tu não imaginas o quão sensual eu posso ficar de penico na cabeça... rs...

Eu até estava convencido que respondesses que se houvesse apenas os dois jorges à face da terra terias seriamente de reorientar a tua orientação sexual... rs...

Estou a brincar, amiga, é o que dá não ter guião e estar sempre em directo a dizer piadas... rs...

Agora a sério. Juro. Tu escreveste:
"(Esta de seres preferido no caso de só haverem dois homens na Terra não deve ter soado lá muito bem... mas tu já sabias que estavas a arriscar-te;)"

Pax, eu sei que sou o preferido. Eu já me sinto com mais sorte do que o Clooney. Eu posso dizer que sou amigo da PAX, ele não faz ideia que existe uma pessoa tão interessante e divertida como tu. Quem tem mais sorte?

Beijinhos

Canuca disse...

Lá vamos nós outra vez lol...

Confesso que esta conversa constante sobre sexo, começa a dar-me um ligeiro tesão lol (desculpem-me os mais pudicos lol).

Eu n gosto de grandes conversas durante o sexo, gosto mais de sorrisos e algumas gargalhadas porque o sexo para mim deve ser divertido lol, entre gritos e apitos gosto de algumas palavras ditas no momento certo e alguma brutalidade nalguns gestos (à bruta, sem ser bruto, porque de porrada n gosto lol)...uma coisa é certa uma palavrinha dita no momento errado à pessoa errada pode tirar a tesão por alguns dias lol, por isso e repetindo-me pela 3, n, talvez quarta vez lol, há que ter em conta, o quando, como e a quem se diz ou se faz alguma coisa.

Prefiro ser uma lady na mesa e uma puta na cama (ou noutro sitio qualquer lol) e gosto de um homem que assim o prefira, porque histórias da carochinha no meio da queca (há quem diga foda, mas eu apesar de foder digo queca lol), aborrecem-me.

Mas cada um gosta do que gosta e cada um é que sabe onde o sapato mais lhe aperta lol...

Beijinho

Jorge Pessoa e Silva disse...

Viva D. Antónia

Um post teu, por norma, dá pano não só para as mangas como para o testo do enxoval... rs....

E vou propor-te um desafio: vais escrever um post em que substituis todas as palavras que não gostas por um sinónimo que te agrade... rs...

(Olha, eu já aqui escrevi, mais foi só duas vezes, a palavra pilinha... rs... Pénis umas quatro ou cinco...)

As palavras broche, minete, colhões, cona , queca, leitinho, rata, e parreca estou a escrever pela primeira vez... rs...

Leitinho sou bem capaz de utilizar, mas num contexto diferente, como sabes tenho um filho de cinco meses...

Beijinhos

Jorge Pessoa e Silva disse...

Meu caro Leo, não ouvi eu outra coisa ao longo da minha vida... rs...

Mas também não me queixo... Muito... rs...

Aquele abraço

Pax disse...

Um penico pode ser muito sensual... é a tal coisa: ainda que não provoque um orgasmo, poucas coisas serão melhores que uma boa gargalhada.

Eu mudaria a minha orientação sexual de certezinha absoluta se os unicos Jorges à face da terra fossem (por exemplo) o Sampaio, o Nuno Pinto da costa, o Michael ou o W.Bush!

"Eu já me sinto com mais sorte do que o Clooney. Eu posso dizer que sou amigo da PAX, ele não faz ideia que existe uma pessoa tão interessante e divertida como tu. Quem tem mais sorte?"

Vês? Não é justo! Tu escreves estas coisas e eu esqueço-me de dar o devido desconto do teu sentido de humor e depois perco a coragem de te dizer que a ti só trocaria pelo Hamilton (nos seus velhos tempos de glória, claro). Portanto, não digo.

Está visto que, pelos mesmos motivos, somos duas pessoas de sorte!

:)

Jorge Pessoa e Silva disse...

Viva Canuca


Onde é que é para assinar? Eu subscrevo o teu comentário... O menu é demasiado vasto e oferece escolhas para quase todos os gostos, depois é só uma questão de encaixe.

Há mulheres que não só preferem histórias da carochinha como e conversar sobre tudo e mais alguma coisa durante o sexo... rs... rs...

Quanto à gargalhada, tocaste no ponto, se bem que acho que o nosso enquadramento de gargalhada no sexo é ligeiramente diferente... rs...

Foda ou queca? Boa pergunta... Qualquer dia vou fazer uma sondagem online. Mais sugestões?

Beijinho

Jorge Pessoa e Silva disse...

Viva Pax

Eu já aqui escrevi que provocar a melhor das gargalhadas numa mulher me deixa ainda mais feliz do que lhe proporcionar o melhor dos orgasmos, por isso como aplaudo o que tu dizes...

De facto, começo a achar que o único jorge mundialmente famoso que se aproveita ainda sou eu... rs... rs...

Estou a brincar, claro que não se aproveita grande coisa.... rs....

É, eu sou mesmo chantagista... rs... É uma boa técnica, encho outra pessoa de elogios antes que ela me desanque e me trate como mereço... rs...

Agora sim, estou mesmo a brincar. Aliás, o que digo de ti, e de outras pessoas, nem sequer é um elogio. É uma verdade.

Estou de acordo contigo. O Hamilton é muito interessante, sim senhor. (Qual Hamilton?) rs...

Beijinhos

Moon_T disse...

Caro Jorge,

como deves ja ter percebido nao gosto muito de falar de sexo pois é um assunto delicado visto que ate sou praticamente virgem...
mas...

Sou da opinião que há realmente alturas para tudo. depende apenas de conseguir fabricar, ou ate mesmo deixar ir, pelo ambiente da altura.
Acho imensa piada a inovaçoes e imaginaçao nesse campo. sejam ele posiçoes , linguagem ou apetrechos, nao interessa, na pior das hipoteses dá sempre para uma gargalhada que dizem tambem ser estimulante, logo, positivo.

tenho uma forma que adoptei para destinguir as varias formas de relaçoes sexuais:

- fazer amor; aquele ambiente romantico e meloso cheio de caricias e beijos apaixonados. suave lento q.b. para saborear tudo, cheio de sussurros e olhares e sei lá mais o que... assim muito meloso o que é optimo quando se esta praí virado.

-sexo; aquela fase que está numa de curtir mesmo o momento, com alguma genica e muitas maos e respiraçao sofrega entre umas dentaditas e chupoes etc... a cena pura e crua digamos.


-foder; esta já nao será para todos/as, deveras violento onde entra a imaginaçao linguistica e gestual, com ou sem ajuda de apetrechos, mas sempre a "rasgar". sem tabus nem piedade, onde é inevitavel que escorra literalmente o semen e o suor. onde ja se trocam unhas e palmadas e agarrar bem a carne etc...

e vou parar aqui antes que entusiasme... mas penso que deu para ter uma ideia.

enfim... eu nao gosto muito de falar nisto de sexo que como sou algo envergonhado nao me ajeito bem a estas coisas.





obrigado

Liliana disse...

Oh oh então que é da mudança de tema Jorge? rs rs

Beijos e boa semana*

Sexo & Fetiches disse...

Caro amigo, Jorge:

Estás-te a arriscar mesmo,que tal fazeres um post de teor sexual elevado para o blog SEXO & FETICHES?

E esta, ein? :-)

Não sei se reparaste, mas isto foi um convite! rsss

Beijos & Abraços

Jorge Pessoa e Silva disse...

Grande Moon

Eu gostava que me explicasses o que é isso de ser "praticamente virgem". Fazes lembrar a moda da venda de carros "semi-novos"... Ou se é virgem, ou não....

O único caso de praticamente virgem que conheço é o das pessoas que fazem anos por estes dias e que, por mais um pouco, seriam virgem de signo...

Eu achei muito interessante a divisão que fazes entre fazer amor, sexo e foder. Em última análise, como alguém disse um dia, existe a boa e a má musica, logo, acrescento eu, existe o bom e o mau sexo.

Mas fica descansado, deu mesmo para ter uma ideia... rs...

Aquele abraço

Jorge Pessoa e Silva disse...

rs...rs..


Viva Liliana

Eu bem não queria, mas a malta puxa por mim... rs... Mas amanhã, se cá vieres, vai encontrar um post sobre praia.... E sobre... seios... rs... Mas que não tem nada a ver com sexo...

Beijinhos

Jorge Pessoa e Silva disse...

rs...rs...

Amigos Sara e Miguel. Podem explicar melhor o que significa um post de teor sexual "elevado"? rs... rs...

Convite aceite, só preciso de algum tempo. Olha a responsabilidade... rs... rs...

Beijinho e abraço

paulalee disse...

Não acho que exista sexo vulgar. Acho que existe o aceitável e o inaceitável para cada um, o que condiciona as nossas concepções do que é vulgar e do que não é. Porque o grande problema, na verdade, é que nem sempre as nossas concepções serão idênticas às dos outros, aí o conflito. Além disso, como também há as tais regras sociais, há coisas que uma pessoa gosta ou quer que jamais admitirá ao outro. Aí inventará que gosta de mil e uma coisas no sexo, quando na verdade gosta de outra coisa. E uma pessoa pode passar uma vida inteira com outra achando que ela gosta daquelas mil e uma coisas.

No sexo sou a favor da liberdade. A única coisa que não aceito no sexo, portanto, é quando a liberdade de um inibe a liberdade do outro.

Estava lendo uma revista por esses dias em que a colunista dizia odiar ver os casais que se agarram em público, dizendo que isso era vulgar, que deviam guardar tais intimidades para as quatro paredes do quarto. Eu, pelo contrário, e apesar de todo o meu respeito, ri da tal coluna.

Sexo , para mim, antes de ser o acto, é uma coisa que exala da pele. Onde não há fumaça, também não há fogo.

Moon_T disse...

pois eu de signo sou Touro mesmo... espero que no "fisico" nao o seja.

é mesmo isso meu caro, sou semi-virgem... (lol)
sou uma humilde flor ingenuo e inocente...HAhahaha

e sem duvida que concorda que haja o bom e o mau sexo, tal como a musica, na certeza porem que nem todos teem os mesmos gostos e ha sempre varios estilos :p


é um exercicio engraçado identificar as varias "modalidades" exerimenta e veras ;)

Jorge Pessoa e Silva disse...

Viva Paula

Concordo em absoluto quando me diz que não há sexo vulgar se o mesmo for praticado na liberdade plena dos amantes. Até porque pode haver um conceito geral, social, de sexo, mas o que existe de facto é um conceito particular, consoante o que os amantes desejam. E o que para uns é vulgar, para outros é caviar. Na cama muitos dos nossos códigos e comportamentos se transformam. Há comportamentos que fazem todo o sentido na cama e que retirados desse contexto e da vontade dos amantes pode ganhar uma valoração negativa.

Há que ser prudente. Todos têm direito a dizer gosto disto, não gosto daquilo. Faria isto, não faria aquilo. Já é mais complicado dizer-se isto é bom, isto é mau, porque o que uns colocam fora do prato pode muito bem ser o manjar de outros.

Vulgar é casais discutindo em público. Vulgar é filhos sendo advertidos aos berros em plena rua. Vulgar é dizer "amo-te" pela frente e esquecer-me mal viro costas; vulgar é querer mergulhar no corpo de outro e ter medo de se afundar; vulgar e não olhar nos olhos de quem se entrega; vulgar é "foder" sem perceber quão valiosa é a pessoa com que estivemos.

Beijinhos, linda

Jorge Pessoa e Silva disse...

Viva moon_t


Gosto desse teu espírito olímpico... rs... Ou seja, de experimentar todas as modalidades... rs...? Para já, estou a atravessar a fase da natação. Ando mesmo só a água... rs... rs...

Touro só de signo, homem. E gosto da tua humildade. Fica-te bem.... rs...

Aquele abraço

Lis disse...

Então, mas afinal, não iamos passar a assuntos sem cariz sexual...??? lool

Sobre esta matéria só te digo... que o sexo não é vulgar, as pessoas é que o tornam, no sentido pejorativo da palavra... é que as vezes nem tudo o que é vulgar é mau!!

P.S.: Jorge, nada contra continuares com o tema sexo... alias sempre se aprende alguma coisa!

Desculpa ter apagado o coment antigo... lol

vita disse...

Vocês estão quase a conseguir uma coisa que eu diria impossivel, que eu me farte de sexo..loooooool

Pois, é um tema que dá para muitos blogues, muitas opiniões,muitas delas contorversas ou não...

Eu como já referi não vejo vulgaridade em foder com ou sem palavrões, ou em estar calada, para mim foder é fazer algo que gosto e me dá prazer, sendo que onde o fizer, cama, chão, parede ou candeeiro, eu e o outro queiramos e nos der prazer vale tudo.

Existe coisas que não gosto, e digo, assim como respeito o que o outro não gosta.

De resto dá-me tesão dizer palavrões, mais concretamente usar termos como o "fode-me...lambe-me..mete-o todo....deixa-me chupar o teu caralho..humm adoro vê-lo a entrar na minha cona..sim, vem-te para mim.."etc etc, não sou grande apreciadora de chamar nomes ou que me chamem, mas também não fico escandalizada e já houve alturas que me deu tesão.
Portanto meu querido, isto é como tudo, cada um come onde quer, como quer e como der mais jeito, assim como reage como muito bem quer, ou lhe dá mais tesão.

Quanto há escolha, tu sabes que adoro o George, mas no caso o dito com essa parafernália toda não me interessava, até porque a outra opção é bastante atraente, uma tarde inteira contigo entre gargalhadas e carinhos dava-me imenso prazer.
O George fica para uma outra altura.;)

Beijooo olhito azul

Pax disse...

"provocar a melhor das gargalhadas numa mulher me deixa ainda mais feliz do que lhe proporcionar o melhor dos orgasmos"

A TI sim... ou talvez... lol.

Pelo menos és o Jorge, mundialmente conhecido, meu preferido :)

Para alguém te poder tratar como mereces, nunca te poderá desancar. E ai de quem! Ehehe.

George (claro!) Hamilton!

(Deixa lá, um actor que era um guapo nos seus "bons velhos tempos";)

provocação disse...

Novo fetiche: homens com um penico na cabeça....

Leo disse...

Jorge!....amanhã vais falar de seios?

Boa!!! Alinho, amigo!

Jorge Pessoa e Silva disse...

Viva Lis


Essa de as pessoas aprenderem alguma coisa comigo é um elogio que, sinceramente, não mereço... rs...

De facto, sexo não é vulgar. As pessoas é que podem ser, mas apenas se não respeitarem o parceiro.

Beijinhos

Jorge Pessoa e Silva disse...

Viva Vita


Confesso que tive de exagerar um bocadinho no George Clooney sabendo o que pensas dele... rs... E pensei que ias responder que lhe davas banhinho, lavavas-lhe os dentes, tiravas-lhe o penico da cabeça e atiravas a bíblia pela janela fora... rs...

Passei no teste de fogo, já me sinto bem melhor, mesmo que tenha feito um pouco de batota... rs...

Fazer sexo no candeiro? Isso sim, seria uma experiência inolvidável para mim... rs... E dava um post magnífico... rs..

Beijiiiiiiiinhos, amiga

Jorge Pessoa e Silva disse...

PAX, não digas isso que me deixas corado... rs... E olha que, de vez em quanto, bem mereço um puxão de orelhas... rs... Vale que tenho esta carinha de anjinho barroco, porto-me como um miúdo e as pessoas perdem a vontade de me desancarem... rs...

E vale que tenho amigos e amigas lindas como tu que fazem massagens incríveis ao ego.

Obrigado por isso e por tudo o resto

Beijinhos

Jorge Pessoa e Silva disse...

rs...rs...rs...rs...rs...

Viva Provocação

Diz lá que eu não tenho boas ideias... rs...


Beijinhos

Jorge Pessoa e Silva disse...

Grande Leo

Não te entusiasmes que podes ficar desiludido... rs... É uma história que, por incrível que possa parecer, mete seios, mas sem qualquer carga sexual... rs...

Aquele abraço

Casal Tuga disse...

Jorge... Então? não te estamos a conhecer! rrsss

Mas, vamos tentar ser mais explicitos:

Gostarimos que usasses da tua excelente criatividade e fizesses uma postagem,que deixe os leitores da mesma, com uma vontade enorme de foder! Eheheh

Beijos & Abraços

Pax disse...

É uma boa técnica, sim senhor ;)

Obrigado a ti.

Beijos :)

Pedro Correia ou Poeta Acácio disse...

meu caro, onde é k foste buscar a imaginação do penico pa pores na cabeça do home, hem? Coitado do indivíduo... vai-se a ver e ainda lhe estragas a fama toda! hehehehehehe
També me parece que a tusa vai toda co caralho quando a dita catraia diz “Por mais que te pareça pouco provável, seria muito incómodo aproximares o teu corpo do meu, por forma a que o teu pénis se encontre em posição mais privilegiada para a que a penetração se faça com maior profundidade e permita que eu retire maior prazer do acto sexual?”. Meu caro... força na verga caput! hehehehehehehe

Um abraço

TENHO DITO

Jorge Pessoa e Silva disse...

Sara e Miguel

Ah, então é isso... rs... Mas olha que mais facilmente eu deixo as pessoas com vontade de se rirem... rs...

Beijinho e abraço

Jorge Pessoa e Silva disse...

Pax

Beijos a dobrar para ti

Jorge Pessoa e Silva disse...

Grande Poeta Acácio


Eu tinha de exagerar um bocadinho serão lá tinha de perder para o George Clooney... rs...

Belo conselho: força na verga

Mainada

Aquele abraço

Antunes Ferreira disse...

LISBOA - PORTUGAL

Olá!
Bué da Fixe! Ganda pinta!

Cheguei a este blogue através de outros que costumo visitar e neles postar comentários. Cheguei, vi e… gostei. Está bem feito, está comunicativo, está agradável, está bonito – e está bem escrito. Esta é uma deformação profissional de um jornalista e dizem que escritor a caminho dos 67…, mas que continua bem-disposto, alegre, piadista, gozão, e – vivo.

Só uma anotaçãozinha: Durante 16 anos trabalhei no Diário de Notícias, o mais importante de Portugal, onde cheguei a Chefe da Redacção – sem motivo justificativo… pelo menos que eu desse com isso… E acabo de publicar – vejam lá para o que me deu a «provecta» idade… - o me(a)u primeiro livro de ficção «Morte na Picada», contos da guerra colonial em Angola (1966/68) em que, bem contra vontade, infelizmente participei como oficial miliciano.

Muito prazer me darás se quiseres visitar o meu blogue e nele deixar comentários. E enviar-me colaboração. Basta um imeile / imilio (criações minhas e preciosas…) e já está. E se o quiseres divulgar a Amiga(o)s, ainda melhor. Tanto o blogue, como o imeile, tá? Muito obrigado

www.travessadoferreira.blogspot.com
ferreihenrique@gmail.com

Estou a implementar e desenvolver o projecto que tenho para o meu www.travessadoferreira.blogspot.com e que é conferir ao meu/vosso/NOSSO blogue a característica de PONTO DE ENCONTRO entre os Países fraternalmente ligados – Portugal e Brasil. E outros PALOP e etc…
Se me enviares o teu IMEILE, poderei enviar-te «coisas» que ache interessantes. Se, porém, não as quiseres, diz-me que eu paro logo. Sou muito bem-mandado (a minha mulher que o diga…) e muito obediente (cf. parênteses anterior). Abrações e queijinhos, convenientemente repartidos e distribuídos

– Desculpa por este comentário ser tão comprido e chato. Como a espada do D. Afonso Henriques…
- Já conheces o me(a)u «Morte na Picada» que acima menciono? Há quem diga que é muito bom. E até que é o melhor que se escreveu em Portugal sobre o tema. Dizem… Obviamente que não sou eu a dizê-lo… Só faltava… E também há quem tenha escrito que é SANGUE & SEXO… Malandrecos… Pelo sim, pelo não, compra-o.
Depois de o leres, se, por singular acaso, tiveres gostado dele, terás de comprar muitíssimos mais exemplares. São excelentes prendas de aniversários, casamentos, divórcios, baptizados, e datas como Natais, Carnavais, Anos Novos, Páscoas, Pentecostes, vinte e cincos de Abris, cincos de Outubro, dezes de Junhos. Até para funerais. Oferecer o «Morte» na morte fica bem em qualquer velório que se preze. E, além disso, recomenda-o, publicita-o, propagandeia-o, impinge-o aos Amigos, conhecidos, desconhecidos & outros, SARL. Os euros estão tão raros e... caros...
++++++++++++
A editora da obra é a Via Occidentalis (occidentalis@netcabo.pt) cujo site é www.via-occidentalis.blogs.sapo.pt. Neste blogue podem ser consultados mais dados sobre o livro, cujo preço de capa é € 14,70. ATENÇÃO: Pode ser comprado pela Internet.
++++++++++++
NOTA IMPORTANTE: Este texto de apreciação e informação é similar em todos os casos em que o utilizo. Digo isto, para quem não surjam dúvidas ou suspeitas sobre a repetição em diferentes blogues. E para que ninguém se sinta ludibriado – ou ofendido… Há feitios que… Mas, sublinho, apenas o uso quando o entendo, isto é, quando gosto mesmo dos que visito. Nos outros onde também vou, se não gosto, saio sem comentários. Há muitos mais. Aqui na terrinha diz-se que «se não gostas, põe na beirinha do prato…»

Jorge Pessoa e Silva disse...

Caríssimo Antunes Ferreira

Em primeiro lugar, obrigado pelo elogio e um abraço solidário de um colega de profissão, neste caso de A BOLA, também ele um jornal de referência. Não tão antigo como o Diário de Notícias, mas onde também trabalharam grandes mosntros do jornalismo português que, falando para quem falo, nem preciso de enumerar.

Claro que visitarei o blog, e não só por cortesia, mas também por respeito aos seu percurso profissional.

Eu próprio estou a preparar-me para uma aventura profissional em Angola e tenho na lusofonia a verdadeira dimensão da minha pátria, tão bem definida por Pessoa.

Grande abraço

Joana do Açúcar disse...

A tua terceira hipotese parece-me a mais viável. Pelo menos é a única que não torna o sexo vulgar, na minha opinião. Quanto mais versátil se puder ser, tanto melhor! Quanto mais variedade melhor! E muita fantasia...
Sempre assim ou sempre assado...bom, terá piada?

Jorge Pessoa e Silva disse...

Viva Joana

Se alguém só gostar sempre assim ou sempre assado eu só posso desejar que sejam felizes. Se alguém achar que nem assim, nem assado, nem cozido... rs.. tudo bem na mesma.

Em última análise, eu só preciso de saber, e das pessoas que gosto, se sentem bem ou não com a sua vida sexual. Entre as quatro paredes os amantes é que estabelecem as regras. Ali não há lei, não há códigos, não há ASAE (por enquanto... rs...) que possa limitar a real vontade dos amantes. Ou, mais do que a vontade, o impulso do momento, o ritmo dos sentidos...

Beijinhos

Patrícia Villar disse...

Pois, uma gaja anda a passar fome há tanto tempo e vem aqui, e do que se fala??? Comida, pois claro. rsrsrsr. A sorte é que vais intercalando com posts de sanitas, que tiram logo o apetite todo.rsrsrs.

Jorge, quanto ao assunto em si, tomei a liberdade de ir buscar uma frase tua do post "tarado sexual" que passo a transcrever "Respeitando certos valores e fronteiras, cada um que viva a sua vida sexual como se sentir melhor." Vulgaridade?! Pois, o que pode ser para mim poderá não ser para ti, e por aí em diante...

Obrigada e Beijinhos

Jorge Pessoa e Silva disse...

rs...rs...rs..

Viva Patrícia

Seguindo a tua linha de raciocínio eu devo ser masoquista, porque também já tenho a minha conta de mão e água... rs.. rs... rs...

Olha, amanhã vou falar de seios, mas sem qualquer carga sexual, pelo contrário...rs... A sério...

O teu último parágrafo só me merece um comentário, porque concordo com tudo: grande pachorra por ires buscar uma frase de um post anterior. E de te lembrares do que eu tinha escrito. Espero apenas que não tenhas a infeliz ideia de fezares prints dos esparates que vou escrevendo... rs...

Beijinhos e muito obrigado eu

Joana do Açúcar disse...

Então nesse caso o sexo como vulgaridade torna-se algo de dificil análise de tão relativo e subjectivo que é.
Num "mundo" (o do sexo) em que os 2, ou 3,4,5...ditam as próprias regras, não há discussão possível! Ou há uma discussão, mas muito acesa.
No meio de tantos gostos e maneiras não há opinião comum nem conclusões certas! :o

Sejamos felizes com o que queremos, não nos resignemos ao que temos (se não for que chegue! Eheh!).

Jorge Pessoa e Silva disse...

Exactamente, Joana

Como defines sexo vulgar? Definindo-o para ti, segundo os teus critérios. Depois, pode ser mais ou menos difícil teres um parceiro com os mesmos critérios, mas em última análise és tu que impões e/ou aceitas os limites.

Também não nos podemos esquecer, que dentro das quatro paredes (ou ao ar livre... rs... no respeito da privacidade de todos) há códigos de conduta muito específicos, que não utilizamos noutras situações e com outras pessoas.

Como acontece na guerra entre companheiros de armas, o que se passa entre os amantes deve ficar entre os amantes.

E tocas noutro ponto fundamental: sermos felizes com o que queremos, sem nos resignarmos ao que temos. Assumir o jogo de forma aberta e ter, muitas vezes, boas surpresas. Porque seria ridículo os amantes querem o mesmo, mas por qualquer pudor abdicarem do que querem sem saber que o outro também o queria.

Beijinhos

(Eu gostava de saber porque é que os meus comentários para ti são sempre muito mais sérios do que os outros...rs...rs... A sério, até tenho medo que penses que estou a embirrar contigo...rs...)

Estranha pessoa esta disse...

Já foi a modos que tudo dito.

Mas, estou com a canuca.. esta porra de estar sempre a falar de sexo ... :P

Gostei particularmente quando falas das festinhas na cabeça de cima LOL

Beijos

Jorge Pessoa e Silva disse...

rs...rs...

Viva estranha pessoa esta

Haja alguma utilidade naquilo que escrevo...rs... rs...

De facto, as mulheres adoram fazer-me festinhas na cabeça. De cima... rs.... Tenho este ar indefeso, faço-as rir, olha...

Beijinhos

Anónimo disse...

Loja online especialista na melhor selecção de lingerie sofisticada, sexy e sensual. Uma invasão de charme, glamour e sedução.
http://www.soparaela.net/