quarta-feira, 24 de setembro de 2008

Ajudem-me, por favor!

Meus amigos. Hoje preciso mesmo da vossa ajuda. E este será um post escrito pelas mãos dos que quiserem contribuir.

Preciso de escrever um poema bonito e sério. Só que eu não consigo fazer quatro frases seguidas sem que pelo menos uma delas seja palhaçada. É irresistível. Posso até começer muito bem, todo concentrado no que estou a fazer, mas acabo sempre por me espalhar ao comprido. Não resisto a uma piada por muito inconveniente que possa ser. Por isso, nunca me convidem para fazer um elogio fúnebre, por exemplo...

Então é assim: eu comecei a escrever quadras e consegui o feito heróico dos primeiros três versos serem decentes. Ajudem-me, por favor, a manter a dignidade no quarto verso e dêm sugestões na parte dos comentários:

I

Perco-me nesse teu rosto;
lábios frescos, gotas de orvalho;
e sabes que o que eu mais gosto,
...

II
Tua pele que sabe a mel,
Teus olhos cor de azeitona,
És um quadro, eu sou pincel
...


III
Nas tuas mãos eu seria,
um peluche ou um fantoche;
Da tua boca eu queria,
...

IV
Fico feliz só com um beijo,
Fico feliz só por te ver;
Mas aquilo que mais desejo
...



Vá, mostrem os vosso dotes poéticos. Por favor...

65 comentários:

Patrícia Villar disse...

Ahahahahah, pois, deixas as palavras difíceis para o pessoal!!!

Opá, eu não sou nada original, por isso nem me atrevo a "ajudar-te", na certa que iria sair merda...rs...rs.

Beijinhos

PS: Mas vou ficar atenta.

Moon_T disse...

Caro Jorge

li e admito que estou realmente espectante quanto ao que vai sair daqui...

(e acredita que estou com um sorriso maroto de orelha a orelha) hehehe
sabes tanto...

Jorge Pessoa e Silva disse...

Bom dia Patrícia

Palavras difíceis? Estás a falar do quê? rs... rs... rs..

Eu gostava que te atrevesses a ajudar, mas pronto... rs... rs...

Beijinhos

Jorge Pessoa e Silva disse...

Grande moon_t

Eu? Um anjinho barroco? rs... rs...

Vais ver que com um pouco de imaginação até consegues tornar brilhante este poema... rs...

Aquele abraço

Patacuadas disse...

Se fosse eu a concluir iria sair... algo excessivamente "romântico" diria eu para o que tu pretendes.

Também estou espectante para ver o resultado, imagino que vá ser muito poético rs...rs...

Aquele abraço

Anónimo disse...

Perco-me nesse teu rosto;
lábios frescos, gotas de orvalho;
e sabes que o que eu mais gosto,
è do batom cor de carvalho.

Tua pele que sabe a mel,
Teus olhos cor de azeitona,
És um quadro, eu sou pincel
e a inspiração vem á tona.

Nas tuas mãos eu seria,
um peluche ou um fantoche;
Da tua boca eu queria,
que se calasse a tua tosse.

Fico feliz só com um beijo,
Fico feliz só por te ver;
Mas aquilo que mais desejo
é mesmo contigo viver.

Luisa

Cris... disse...

I.uma omelette com alho.

II. vou pintar pa Barcelona.

III. um alfinete de dama???

IV. é o almoço comer.


Ah, que não?
Estavas a pensar mais em que estilo então?

hihihi

Leo disse...

hahahahahahahahhahahaahahahahhha!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Não consigo jorginho, só me ocorrem bacoradas!

Tens cada uma!?! ..... à sério dizes tu!

hihihihihihi!.....eheheheheheheh....uiuiuiuiuiuiuiui!

quando parar de rir ...logo te digo alguma coisa

Tretoso Mor disse...

Jorginho,

Vou tentar ajudar-te, memo!..

I.
É saber que não tens malho.

II.
Que começo por deixar à tona.

III.
Ouvir palavras de deboche.

IV.
É poder conviver.

eheheh ufff, custou, mas não disse asneiras.

Um gandabraço

provocação disse...

I
Perco-me nesse teu rosto
lábios frescos, gotas de orvalho;
e sabes que o que mais gosto,
é do teu cabelo grisalho

II
Tua pele que sabe a mel,
Teus olhos cor de azeitona,
És um quadro, eu sou pincel
Minha musa, minha dona.

III
Nas tuas mãos eu seria,
um peluche ou um fantoche;
Da tua boca eu queria,
Na minha "one divine touch"

IV
Fico feliz só com um beijo,
Fico feliz só por te ver;
Mas aquilo que mais desejo,
É minha alma na tua envolver.

Gostei do desafio, Jorge, beijinhos!

Léa disse...

Ai que delícia!
Quero só ver...rsrsrs


Beijinhos.

Crest© disse...

Pelo facto de me sentir tentado a escrever palavrões, não o vou fazer:

I

Perco-me nesse teu rosto;
lábios frescos, gotas de orvalho;
e sabes que o que eu mais gosto,
do teu cabelo vivido, grisalho

II
Tua pele que sabe a mel,
Teus olhos cor de azeitona,
És um quadro, eu sou pincel
mergulhado em acetona


III
Nas tuas mãos eu seria,
um peluche ou um fantoche;
Da tua boca eu queria,
Mais carinho, menos deboche

IV
Fico feliz só com um beijo,
Fico feliz só por te ver;
Mas aquilo que mais desejo
É o sonho de te ter

Pax disse...

Perco-me nesse teu rosto;
lábios frescos, gotas de orvalho;
e sabes que o que eu mais gosto,
...tu não teres pinduricalho.

Tua pele que sabe a mel,
Teus olhos cor de azeitona,
És um quadro, eu sou pincel
...mas de arte trapalhona.

Nas tuas mãos eu seria,
um peluche ou um fantoche;
Da tua boca eu queria,
...a frase "vou dar-te um porsche".

Fico feliz só com um beijo,
Fico feliz só por te ver;
Mas aquilo que mais desejo
...é a tua mousse comer.


Mil desculpas... eu sei que insististe para que fosse bonito, sério e com dignidade mas, como sou quase tua gémea, também não consegui :(

Beijos :)

Sir Dance A'Lot disse...

I
o meu sabor, aquilo que valho

II
Eu Da Vinci tu Madonna

III
Desafios para o deboche

IV
É tocar o teu ser.

Jorge Pessoa e Silva disse...

Viva Hélder


Como é que sabes aquilo que pretendo? rs.. rs.. É romântico mesmo... rs...

Grande abraço

Jorge Pessoa e Silva disse...

BRAVO LUISA

Brilhante.... Obrigado, eu estava mesmo sem inspiração....

Beijinhos

Jorge Pessoa e Silva disse...

rs... rs... rs... rs...

Viva Cris, rs... rs...

Depois da omelete de alho lá se iam os beijos... rs... rs...

Pintar para Barcelona? Era bem bom... rs.... rs....

Alfinete de dama não rima, mas tem piada... rs... rs...

Almoço comer? Na mouche, amiga... rs... rs...

BRAVO, estás de parabéns... rs... rs...

Beijocas

Jorge Pessoa e Silva disse...

Grande leo

Bacoradas? Não... rs... rs... Aposto muito na tua veia poética... rs...

grande abraço

Jorge Pessoa e Silva disse...

BRAVO PROVOCAÇÂO!!!!!!!

Os meus queixos cairam com a tua veia poética... Afinal, tu é que és provocadora, mas muita gente aqui é que vê maldade... rs... rs... rs... rs...

Vou copiar, imprimir e guardar. E acabo de conseguir provar a minha tese: é quem me visita e comenta que empresta dignidade a este espaço.... rs... rs...

Brilhante, obrigado

Beijinhos

Jorge Pessoa e Silva disse...

Viva Léa

Se quiseres também podes arriscar... rs...

Beijiiiinhos

Jorge Pessoa e Silva disse...

VIVA CREST (ove lá, ainda não me explicaste como fazes aquele C dentro de uma bola no final do nome... rs... rs...)

BRAVO TAMBÉM. Afinal, os homens também sabem ser romanticos. À atenção das meninas,há quem pense com a cabeça certa... rs....

Grande abraço e obrigado

Jorge Pessoa e Silva disse...

rs.... rs... rs... rs... rs... rs... rs... rs... rs...

Pax, amiga, rs... rs... rs... rs... rs..

BRI-LHAN-TE...

Bei... rs... ji...rs... nhos... rs... rs... rs...

Jorge Pessoa e Silva disse...

VIVA Sir dance a'lot


Provaste merecer o título de Sir, obrigado por também teres contribuido para tornar este post num marco histórico da blogosfera. Inter-actividade e imaginação ao mais alto nível...

Grande abraço, ilustre

Jorge Pessoa e Silva disse...

VIVA TRETOSO MOR


Agredeço-te, penhorado, o resultado do esforço que fizeste para dar dignidade ao poema... rs... rs... Espero, sinceramente, que não atrapalhe a tua reputação... rs... rs... rs.. rs...

Um grande abraço

Pax disse...

Jorginho, "BRI-LHAN-TE" só se tivesses um verso neste género:

O meu coração palpita,
Em pulos de canguru
E o que mais me alegra a vista
...

Fui... ;)

Moon_T disse...

é quando tas longe pensar em Tu


heheh

D.Antónia Ferreirinha disse...

Perco-me nesse teu rosto;
lábios frescos, gotas de orvalho;
e sabes que o que eu mais gosto,
SEJAS CARTA DO MEU BARALHO.

Tua pele que sabe a mel,
Teus olhos cor de azeitona,
És um quadro, eu sou pincel,
E TU ÉS MINHA DONA

Nas tuas mãos eu seria,
um peluche ou um fantoche;
Da tua boca eu queria,
AHAHAHAHAHAHAH, BROCHE.

Fico feliz só com um beijo,
Fico feliz só por te ver;
Mas aquilo que mais desejo
É VER O AMANHECER.
ÉS DEMAIS.
BEIJINHOS.

Jorge Pessoa e Silva disse...

Pax

O moon_t antecipou-se a respondeu por mim... rs... rs... rs....

Beijocas

Canuca disse...

Eu tenho uma veia mais de Bocage, n sou a pessoa indicada para executar esta tarefa delicada lol ;).

Perco-me nesse teu rosto;
lábios frescos, gotas de orvalho;
e sabes que o que eu mais gosto,
é que me afaguem o…..lol

II
Tua pele que sabe a mel,
Teus olhos cor de azeitona,
És um quadro, eu sou pincel
Vem-te depressa, que é agora lol


III
Nas tuas mãos eu seria,
um peluche ou um fantoche;
Da tua boca eu queria,
Um brioche? lol

IV
Fico feliz só com um beijo,
Fico feliz só por te ver;
Mas aquilo que mais desejo
É ter-te aqui a F…

Peço desculpa a todos lol


Beijinhoss

Jorge Pessoa e Silva disse...

Moon_t

Obrigado por me teres salvo... rs...

Jorge Pessoa e Silva disse...

rs... rs... rs... rs... rs... rs..

Viva D. Antónia


Gostei muito da terceira quadra... rs... rs... rs... rs... rs...

Tu é que és demais... rs...

Beijinhos. Grandes

Jorge Pessoa e Silva disse...

rs... rs... rs... rs... rs...

Viva, Canuquinha

Eu também sou fã de Bocage... rs...

E gosto muito de um bom brioche... Com doce de morango, então... rs... rs...

Beijocas

Pax disse...

Ó Moon_t,

Isso rima mas não bate certo!
;)
Como é que o estar longe alegra a vista?! Hum?!

(Mas já vi que se o Jorge depender da nossa ajuda para fazer um poema sério, bonito, romântico e decente... bem que vai ter de trocar de comentadores!

:)

Pax disse...

Não te safas assim!
Eu inventei quatro; tu
só tens de arranjar uma!

;)

Jorge Pessoa e Silva disse...

Pax, a parte do moon_t não comento, que ele é grandinho e sabe defender-se melhor do que ninguém.... rs...

Quanto à minha parte, aqui vai:

O meu coração palpita,
Em pulos de canguru
E o que mais me alegra a vista

a) é algo que rime com cu...

B) é saber quem és tu...

C) é trazeres um bolu...

Estás a ver? Vocês estão muito mais inspirados do que eu... rs... rs...

An Ambush of Ghosts disse...

Bom...o meu jeitinho para a poesia é nulo, mas amigo é para as ocasiões, right?

"Perco-me nesse teu rosto;
lábios frescos, gotas de orvalho;
e sabes que o que eu mais gosto,
essa pele espalhada pelo soalho.

Tua pele que sabe a mel,
Teus olhos cor de azeitona,
És um quadro, eu sou pincel,
ao jantar enebrias em manjerona.

Nas tuas mãos eu seria,
um peluche ou um fantoche;
Da tua boca eu queria,
um amor que em ti desabroche.

Fico feliz só com um beijo,
Fico feliz só por te ver;
Mas aquilo que mais desejo
É nunca te ver sofrer."

Cumprimentos Jorge, e restantes ;)

Pax disse...

Loooooooool.

"Bolu" só mesmu tu...

Melhor é impossivel!
;)

Jorge Pessoa e Silva disse...

BRAVO an ambush

Para quem não tem jeito para poesia... rs... Se a amizade inspira, então volta sempre, amiga...

Beijinhos e obrigado

Jorge Pessoa e Silva disse...

Pax


Bolo tem tantas variantes que tem de rimar com tudo... rs... rs..

Beijinhos

Pax disse...

...mousse de chocolatu...
Doce de ovu...
chantiliu...

... beiju!

Moon_T disse...

nao rima pq estava a beber tota-tola...

Carloressu disse...

Eu juro que tentei! Mas só saía asneirada. Por isso, não posso dar o meu contributo, mas tentei.
Alem disso a pax fez um optimo poema

Jorge Pessoa e Silva disse...

rs... rs... rs.. rs...

PAX

É por estas e outras que eu gosto mesmo de tu....rs...


Beijinhos

Jorge Pessoa e Silva disse...

Viva Carloressu


Quando escreveste asneirada eu fiquei todo entusiasmado a pensar que iríamos ter um grande poema... rs... rs... Afinal... rs... rs...

Grande abraço

Equilibrista disse...

A minha sugestão: =)

I

Perco-me nesse teu rosto;
lábios frescos, gotas de orvalho;
e sabes que o que eu mais gosto,
É mesmo o teu cabelo grizalho

II

Tua pele que sabe a mel,
Teus olhos cor de azeitona,
És um quadro, eu sou pincel
És a modelo mais lindona

III

Nas tuas mãos eu seria,
um fantoche ou um peluche;
Da tua boca eu queria,
Um beijo aredente que nunca murche.

IV

Fico feliz só com um beijo,
Fico feliz só por te ver;
Mas aquilo que mais desejo
É que nunca me venhas a esquecer!

E pronto, aí tens!!
Não está genial, mas para as horas que são, é um prodigio para a minha pessoa!! =))

Gostei do desafio :)eh eh

Jorge Pessoa e Silva disse...

BRAVO EQUILIBRISTA

Se isto é assim cansada, imagina fresquinha... rs... Obrigado por teres aceite o repto, espero que não me consideres um caso clínico... rs...

Beijinho, doutoura

vita disse...

Querido o meu olho que abre um pouco não me deixa ler o texto com a atenção merecida, portanto deixo um beijo e volto..eh eh

Beijo olhito azul

Crest© disse...

Esqueci-me que já tinhas perguntado :)

Para escreveres o © , só precisas de usar o teclado numérico à tua direita:

Alt+0169= ©

Alt+0152= ™

Todos os símbolos que necessites estão à tua disposição usando o alt+ os números do teu teclado numérico, desde o 0 a 999 e de 01 a 0999, faz todas as letras, números, acentos, símbolos que necessites.

Freyja disse...

Caro Jorge,


Boa Noite a ti e a todos e um gigante LOL!!!!!!!!!!

E nem me atrevo a completar.... hihihihi acho que sairia tudo menos poesia!


Dissipados Beijos,

Jorge Pessoa e Silva disse...

Viva Vita

Eu confesso que quando escrevi o post o teu comentário era dos mais aguardados... rs... rs... Mas, neste momento, a única coisa que me interessa é que fiques boa depressa.

Beijiiiinhos enormes

Jorge Pessoa e Silva disse...

Vuva Crest©, obrigado. Ainda por cima tiveste o cuidado de explicar sem que eu me sentisse o nabo que de facto sou em certas coisas... rs...

Grande abraço

Jorge Pessoa e Silva disse...

Viva freyja


Vindo de ti, seria sempre poesia. A tua gargalhada ainda ecoa nos meus ouvidos e, seguramente, embalará a minha noite.

Beijinhos gratos

vita disse...

Querido,mesmo com uma mão no olho, outra no teclado,vou responder-te, não quero de modo algum desiludir-te, na resposta que esperavas talvez, mas em responder ao desafio, pelo menos posso dizer que tentei.;)

Perco-me nesse teu rosto;
lábios frescos, gotas de orvalho;
e sabes que o que eu mais gosto,é beijos no caralho


II
Tua pele que sabe a mel,
Teus olhos cor de azeitona,
És um quadro, eu sou pincel
que espeto na tua cona


III
Nas tuas mãos eu seria,
um peluche ou um fantoche;
Da tua boca eu queria,um bom broche


IV
Fico feliz só com um beijo,
Fico feliz só por te ver;
Mas aquilo que mais desejo
é o momento que vamos foder

Demasiado óbvio não é?
Vamos lá outra vez.;P

Perco-me nesse teu rosto;
lábios frescos, gotas de orvalho;
e sabes que o que eu mais gosto,é o teu sabor a alho.
...

II
Tua pele que sabe a mel,
Teus olhos cor de azeitona,
És um quadro, eu sou pincel
Tanto pinto que fico à toa


III
Nas tuas mãos eu seria,
um peluche ou um fantoche;
Da tua boca eu queria,que me desses mais um coche
...

IV
Fico feliz só com um beijo,
Fico feliz só por te ver;
Mas aquilo que mais desejo
É nós dois juntos a meter.

E ainda:

Perco-me nesse teu rosto;
lábios frescos, gotas de orvalho;
e sabes que o que eu mais gosto,é uma carga de trabalho.
...

II
Tua pele que sabe a mel,
Teus olhos cor de azeitona,
És um quadro, eu sou pincel
Sinto-me por aqui à tona


III
Nas tuas mãos eu seria,
um peluche ou um fantoche;
Da tua boca eu queria,um beijo e um

IV
Fico feliz só com um beijo,
Fico feliz só por te ver;
Mas aquilo que mais desejo
É a felicidade de te ter.

E como sou chata e tenho veia poética..loool

Perco-me nesse teu rosto;
lábios frescos, gotas de orvalho;
e sabes que o que eu mais gosto,é de um bom agasalho
...

II
Tua pele que sabe a mel,
Teus olhos cor de azeitona,
És um quadro, eu sou pincel
Serás a minha amazona


III
Nas tuas mãos eu seria,
um peluche ou um fantoche;
Da tua boca eu queria,palavras que em ti abroche.

IV
Fico feliz só com um beijo,
Fico feliz só por te ver;
Mas aquilo que mais desejo
É que me consigas absolver.

E chega...loooooooooool

Beijo olhito azul

Pax disse...

Moon_t,

Rimar até que rimou muito bem; o problema de não bater certo deve é ter sido daquela coisa que estava entalada entre a tota-tola e o gelo!
;)

Vita,

Loooooooooool.
Se o Jorge tinha mesmo ideias de ter ajuda para fazer um poema e oferece-lo a alguma dama, a esta hora já deve é de ir a caminho da florista...
:)

Jorge Pessoa e Silva disse...

VIVA VITA

Fico feliz só com um beijo,
Fico feliz só por te ver;
Mas aquilo que mais desejo
É feliz eu te ver.


Obrigado, amiga, por tanto carinho

Beijiiiiiinhos e as melhoras

Jorge Pessoa e Silva disse...

rs...rs...rs...

Pax

O poema não é para oferecer. É para guardar, para colocar numa moldura, para lembrar como um dos brilhantes momentos deste blog.


Beijinhos

Afrodite disse...

Não resisti e tive de os acabar, peço desculpa por avacalhar:

I

Perco-me nesse teu rosto;
lábios frescos, gotas de orvalho;
e sabes que o que eu mais gosto,
É desse teu cheiro a caralho.

II
Tua pele que sabe a mel,
Teus olhos cor de azeitona,
És um quadro, eu sou pincel
E é tua a minha cona.


III
Nas tuas mãos eu seria,
um peluche ou um fantoche;
Da tua boca eu queria,
O almejado broche.

IV
Fico feliz só com um beijo,
Fico feliz só por te ver;
Mas aquilo que mais desejo
É o teu cu ter.

Vou tentar outra vez, posso?

I

Perco-me nesse teu rosto;
lábios frescos, gotas de orvalho;
e sabes que o que eu mais gosto,
É de te enfiar o mangalho.

II
Tua pele que sabe a mel,
Teus olhos cor de azeitona,
És um quadro, eu sou pincel
Mas desta vez enfio-te a esfregona.


III
Nas tuas mãos eu seria,
um peluche ou um fantoche;
Da tua boca eu queria,
O deboche de um broche.

IV
Fico feliz só com um beijo,
Fico feliz só por te ver;
Mas aquilo que mais desejo
É foder foder foder.

Xiça não consigo...mais uma vez ok? Aqui vai:

I

Perco-me nesse teu rosto;
lábios frescos, gotas de orvalho;
e sabes que o que eu mais gosto,
É ver-te por baixo do carvalho.

II
Tua pele que sabe a mel,
Teus olhos cor de azeitona,
És um quadro, eu sou pincel
Pena é seres resmungona.


III
Nas tuas mãos eu seria,
um peluche ou um fantoche;
Da tua boca eu queria,
Um beijo do tamanho de um coche.

IV
Fico feliz só com um beijo,
Fico feliz só por te ver;
Mas aquilo que mais desejo
É que isto não te faça doer. :)

Desisto...só penso em asneiradas :)...mas tentei.

Abreijinhos e adorei!

Jorge Pessoa e Silva disse...

rs... rs... rs... rs... rs... rs.... rs... rs...

BRAVO AFRODITE... rs... rs... rs...

Adorei, a sério... rs... rs... Gosto da tua veia poética, para mais multifacetada. A que gostei mais foi a forma como bebeste os princípios do "Realismo"... rs... rs...

Beijinho e muito obrigado... rs...

Crest© disse...

Gostei em particular da quadra da Afrodite:

II
Tua pele que sabe a mel,
Teus olhos cor de azeitona,
És um quadro, eu sou pincel
E é tua a minha cona.

Juro que senti realmente as suas palavras, isto é a magia da poesia. Comoveu-me...

Afrodite disse...

Hmmmm misturei quadras dele para ela e dela para ele mas basicamente acaba tudo em...pois! Ai se a minha mã me lesse :)!

Jorge mais desafios destes por favor, o mérito é todo teu, terminar é a parte fácil da coisa. :)

Crest...vai na volta um dia ainda te retribuo os arrepios ;)!

Abreijinhos e bom fim de semana

Afrodite disse...

mã = mãe...pois claro!

Jacinta Correia disse...

Olá Jorge. Eu ajudava-te mas´... tem mesmo de rimar?? É que assim fica difícil... Beijinho.

Jorge Pessoa e Silva disse...

Vica CrestC (Olham no portável não estou a conseguir fazer... rs... rs... grande nódoa que eu sou... rs...)

Estou de acordo contigo. Poesia em estado puro, meu amigo. Sem ironias.

Abraço

Jorge Pessoa e Silva disse...

Viva afrodite

Eu trato a minha mãe por mã, por isso nem notei a diferença... rs... rs...

Puxa por mim puxa... rs... rs...

Digamos que o mérito destes desafios têm de ser repartidos. E só assim têm piada... rs... rs..

Beijinho

Jorge Pessoa e Silva disse...

Viva Jacinta, querida amiga

Meu Deus, uma mulher com o teu talento para a escrita em geral, e poesia em particular, conseguiria tornar este poema em candidato a um prémio qualquer. A sério!

Beijinhos grandes