sexta-feira, 23 de maio de 2008

Anúncio

Eis um anúncio que li nos classificados do Correio da Manhã, mas muito comum em todos os jornais:

«Eu, António Manuel Pais Sampaio, declaro que não me responsabilizo por dívidas contraídas ou vindas a contrair pela minha mulher Maria da Graça Lourenço Carreto Sampaio a partir desta data.»

Tirando maluquinhos como eu, que encontram sempre nos classificados bom material para fazer humor, quem mais é que se coloca a ler este anúncio, minúsculo, no meio de centenas de outros anúncios?

Apetece-me perguntar ao senhor António Sampaio: se o povo diz que entre marido e mulher não de deve meter a colher, você não poderia resolver este assunto no recato do seu lar?

Engraçado era a senhora em causa querer vingar-se e publicar o seguinte anúncio:
«Eu, Maria Sampaio, declaro que não me responsabilizo pelos filhos que o meu marido, António Sampaio, venha a fazer em mulher alheia a partir desta data...»

Por via das dúvidas, vou mandar publicar o seguinte anúncio:

«Eu, Jorge Pessoa e Silva, declaro que não me responsabilizo por dívidas contraídas ou vindas a contrair por José Sócrates a partir desta data».
Por isso, senhores da Direcção Geral dos Impostos, se aquilo do novo aeroporto, do TGV ou da nova ponte der para o torto, não me venham com tangas para pagar com os meus impostos as dívidas contraídas por esse senhor.

Mais nada.

2 comentários:

LNeves disse...

LOL Muito sinceramente, acho que há gente que devia estar internada...

Gostei do espaço :P Vou voltar e vais para os meus favoritos, para não me esquecer do site!!!

***MUAH***

Jorge Pessoa e Silva disse...

Foi bom começar o dia com a tua visita. Não me sinto confortável a escrever Lneves (será L de Ludovina? De Letícia? De Ludgera?). O que importa é que fiquei muito contente com a tua visita e os teus comentários super fofos, a condizerem com esse teu sorriso contagiante. E tens razão quando dizes que há muita gente que deveria ser internada . Eu próprio às vezes sinto que também precisava...