domingo, 6 de julho de 2008

Exames de Português e Matemática

Os jornais de ontem deram o devido destaque aos exames nacionais. O mais enaltecido foi o facto das médias nacionais terem descido a português e aumentado a matemática.

Meus amigos, não sei a razão de tanto espanto. Se pensarmos bem, a explicação é lógica:

1 - Com a crise que vivemos em Portugal, o preço da gasolina a subir dia sim, dia sim, os juros a subir, etc, etc, etc, cada vez reagimos mais com um belo «foda-se», «caralho para isto», «puta que os pariu» ou «vão-se foder». Ora isto ajuda muito a libertarmos a nossa tensão, mas com este nível de português a baixar são expressões que não ajudam nas notas...

2 - Por outro lado, com tanta crise somos obrigados a permanentes e complicados cálculos matemáticos para conseguirmos que o ordenado dure um mês. Com tanto treino diário, como é que as notas não haveriam de subir?

3 - Também por causa da crise, desde já prevejo que para o ano serão as notas de física e química a sofrerem as maiores subidas.

As de física pelo exercício diário de desafiarmos a lei da gravidade que nos puxa para a lama da penúria financeira.

As de química pelos estudos que vamos fazer em bombas artesanias para lançar a uns filhos da mãe que tardam em colocar mão nisto...

22 comentários:

blueminerva disse...

Não tinha visto a coisa por esse prisma... você é um visionário!!!
beijocas

Pax disse...

As notas da "ginastica" também vão subir...
:)

vita disse...

E as de desenho, para vermos algumas coisas só desenhando..;P

Essa tua imaginação jorginho, deixa-me maravilhada..;P

Beijo

Moon_T disse...

concordo,
prevejo tambem uma diminuiçao da obesidade morbida nacional em ambas as classes, visto que a nossa classe "media/baixa" vai passar muito mais tempo a fugir a bofia porque tem de roubar para comer, enquanto a classe "alta" tanto dá às ancas enquanto nos vai ao real cagueiro.

A geometria descritiva tambem é capaz de sentir alguns avanços visto que se trata de projecçoes mentais, por assim dizer, algo que todos nós cada vez mais fazemos.


enfim, prepara-se uma revoluçao nas disciplinas e pensares do nosso povo, mas como isto anda só vejo dois caminhos a seguir:
ou simplesmente deixamos de pensar e baixamos a cabecinha como bons cordeiros mansos que somos e vemos os combustiveis em constantes aumentos e impostos a subir ao som de grandes gargalhadas e tilintar de cifroes nos bolsos dos ditos governantes;

ou se começa a abrir os olhinhos de uma vez por todas e se pensa em , no minimo, dar continuaçao a um movimento como por exemplo o dos belos dos camionistas que no fundo até tinham algo para seguir em frente e ainda hoje estou para saber porque raio sucumbiram aos cócós...
mas isso sou eu que sou jovem e nao sei o que é que estou para aqui a escrever.
com tamanha indigniçao das mais diversas areas é dificil manter um discurso coeso e bem estruturado, mas visto bem "who the fuck cares?"



obrigado

Jorge Pessoa e Silva disse...

Obrigado blueminerva, acho um exagero mas, como sou vaidoso, aceito...rs...rs....

Beijinho

Jorge Pessoa e Silva disse...

rs...rs...rs...

Bem visto pax, bem visto... rs..

Beijinho

Jorge Pessoa e Silva disse...

Obrigado Vita, até me comovo com tanta generosidade. E não há desenho que retrate esse teu carinho

Beijiiiiiinho linda

Jorge Pessoa e Silva disse...

Viva moon_t


Agora imagina se soubesses o que estavas a escrever... Subscrevo este quase manifesto e defendo, em última análise, o direito à indignação. E nem tenho a veleidade de querer estar certo ou ser correto em tudo o que digo. Doem-me os calos, tenho o direito a gritar

Um abraço

Cris... disse...

Vêem porquê eu vim viver para Portugal?
Eu adoro desafios!!!
hihihihi

MalucaResponsavel disse...

:) boa explicaçao. é grave a onda de facilitismos, mas se o nosso competentíssimo ME acha q é assim q resolvem os problemas na educaçao, quem somos nós para contrariar??

An Ambush of Ghosts disse...

Epah desculpem, mas tenho de mandar uma enormidade... Tem mesmo de ser...

Os nossos estudantes são burros que nem penedos! E gostam !!!
Os nossos professores são obtusos, ultrapassados, incompetentes e por consequencia de se deixarem enrrabar, também burros que nem penedos!
O nosso governo pronto... por todos os motivos e mais este (Permitirem q seja professor gente sem a menor aptencia) também são claro burros q nem penedos!
Os pais dos nossos estudantes são criaturas atarefadas, as q têm mestrados e as q têm a 4ª classe, ganhar dinheiro é muito mais importante q prestar atenção aos estudos dos filhos e dar-lhes um bom par de galhetas por estes não respeitarem o obvio q é "ESTUDAR É UMA OBRIGAÇÃO TUA !"
Que me lembre havia respeito ao professor, que me lembre havia respeito aos progenitores, que me lembre havia respeito pelo saber...
Deve-se ter perdido por aí, não sei bem onde, deve ter sido entre um aumento do juro e outro.

E o q faz o governo??
Baixa níveis. BRAVO !!!
Vamos fazer provas mais fáceis... coitadinhos...não têm hipotese de saber mais e mais dificil....
ESTUDASSEM FODASSE !
Será q o governo tb me vem baixar a prestação da casa? Epah é o minimo q posso exigir... Facilidades para todos então.
Neste caso diz-me o Governo: "TRABALHA MAIS, FODASSE!"

Cumprimentos Jorge, e restantes ;)

Jorge Pessoa e Silva disse...

rs...rs...rs..

É verdade Cris... Quem consegue superar obstáculos em Portugal fica preparado para tudo...rs..

Beijinho, amiga

Jorge Pessoa e Silva disse...

Viva malucaresponsavel. Sê muito bem vinda a esta também tua casa.

Nós somos tudo para contrariar. Tirem-nos tudo, menos o direito à indignação e ao protesto.


Beijinho

Jorge Pessoa e Silva disse...

Viva an ambush

Já sentia falta que soltasses o verbo. Com uma posição que considero algo exagerada, mas que não deixa de tocar nas feridas.

Comparado com o meu tempo (meu Deus, pareço velho a falar), o ensino de hoje facilitou um pouco. E a exigência sobre os alunos e o discurso do esforço e da excelência também me parece não ser tão forte. Só não seria tão duro com professores e alunos, acho que há problemas sociais e culturais e maus exemplos que vêm de cima.

Cumprimentos e obrigado

An Ambush of Ghosts disse...

Huummmmm

Pois Jorge, de facto os meus comentários são duros, eu avisei q ia mandar uma enormidade, hehehehe.
Mas não consideras que é necessário haver algum pulso? Alunos á chapada aos professores?? Professores q não controlam uma turma?? E não me venham com a tanga q "Ahhh e tal, tempos de crise... os pais n tão atentos"
TRETAS !
Muitos pais da nossa geração tb n tinham tempo, tb tinham crise, e tb tinham falta de notas nos bolsos, mas qdo chegava o belo do postalinho de boas festas com as notas....bem podiamos começar a inventar desculpas, escusadamente claro...q lá vinha o merecido par de galhetas.
Tive mtos professores q eram verdadeiras nódoas, e continuam a aceitar gente sem a menor aptencia para ensinar....
Mas tb tive muitos bosn professores, e n havia a selva q se vê hoje.
Os exemplos vêm de cima, e se em cima tudo passa incólume...é natural q os jovens tb se julguem Deus... vamos parar onde então?

Filipa Sousa disse...

Realmente nunca estão satisfeitos.

A matemática é sem duvida muito mais importante que o português, porque só assim conseguimos ter a verdadeira noção do quanto somos "gamados" pelo governo de ano para ano...aliás as contas agora até já podem ser feitas diariamente, porque todos os dias somos "fodidos" com mais um aumento...e depois querem que o pessoal se preocupe se sabe falar o que o pessoal precisa é de fazer as contas bem feitas para não sobrar mês ao fim do ordenado.

Bjinhos meu querido Jorge

Jorge Pessoa e Silva disse...

Viva, an ambush

Tens razão quanto à necessidade de haver pulso. E, acima de tudo, de haver autoridade e responsabilização. Eu ainda sou do tempo em que os pais até dizia, as professores para dar uns tabefes se os filhos "precisassem". Hoje, seriam os pais a espancar um professor que toque num filho. Hoje criam-se ilusões de facilidade, dá-se imagem de falta de autoridade, que não ajuda nada. Hoje tudo é diferente, a sociedade mudou e tornou-se mais competitiva no mercado de trabalho, mas menos criteriosa na formação.

Cumprimentos

Jorge Pessoa e Silva disse...

Viva Filipa

Eu concordo contigo, apenas tiraria as aspas do fodido...rs...

Eu bato sempre na tecla de que temos o direito de nos indignarmos, de protestar e de gritar, sem estamos preocupados se temos ou não cem por cento razão, se estamos ou não a ter a reacção mais lógica. Se me pisam os pés, tenho o direito a gritar.

O passo seguinte é sermos exigentes connosco e inteligentes na reacção. O inconformismo tem der nos levar a lutarmos por sermos melhores e mais eficazes a cada dia que passa.

Como deves calcular, o que estou a escrever não é direccionado para ti, é para todos, é para mim. O pior que nos poderia acontecer é resignarmo-nos ao protesto. Esse é, apenas um ponto de partida.

Beijinho grande para ti

An Ambush of Ghosts disse...

Ps.
Ó Jorge, desculpa lá o (mau)vocabulário.
Por vezes excedo-me.

Toma lá um mimo como quem diz "Desculpa aí o mau jeito"

http://www.youtube.com/watch?v=qVCgf6_M7i4

Casal Tuga disse...

Ainda te vão dar um diploma... Mas, um melhor que o do Socrates! Eheheh

Bjs & Abraços

Jorge Pessoa e Silva disse...

Ainda não tive oportunidade de ver o vídeo e não tens nada que pedir desculpa, an ambush. Mesmo que às vezes ache que radicalizes a tua opinião, concordo com muito do que escreves e aprecio a tua frontalidade.

Cumprimentos

Jorge Pessoa e Silva disse...

Sem dúvida, Sara e Miguel, um diploma como deve ser... rs...


Beijinho e abraço. O cafezinho ainda se mantém de pé?