quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Sou mesmo impressionante!

Sabem aqueles momentos em que a gente quer impressionar alguém e quanto mais nos esforçamos mais... barraca damos?

Uma das últimas aconteceu-me quando ia a sair de A BOLA para beber um café. Ao perceber que o administrador ia a subir a escadas, toca de encher o peito, levantar a cabeça e olhar em frente. Altivo e tão confiante quanto parecia transmitir. Um patrão gosta de ver os seus empregados confiantes, seguros, dominadores... Pelo menos acredito nisso...

Quando me preparava para acenar a cabeça e brindar o administrador com o mais convincente e seguro dos cumprimentos, eis que chego a uma conclusão brilhante: quando as escadas são de madeira e estão polidas, não são muito largas e o jeito não é muito, não é boa ideia descer as escadas sem olhar onde se coloca o pé...

Vale que foi com graciosidade e confiança que o meu rabo limpou todo aquele lanço de escadas... Pelo sorriso de todos os que assistiram à cena, calculo que fui convincente...

O mais curioso, é que numa cena dessas, por muito que nos aleijemos, nunca damos o braço a torcer. Os outros estão-se a rir? A gente ri-se também... Como me aconteceu uma vez, em Macau: ia a correr tão depressa que abri uma porta de vidro, bem grande, com a cabeça...

- Houve lá... rs... rs... tu estás... rs... rs... bem? rs...rs...rs..
- Ah, ah, ah, ah, claro que estou bem... rs... rs... É para verem como a minha cabeça é dura... rs... rs...
- Mesmo assim, meu... Estás a sangrar...
- A sangrar? rs... rs... rs... rs... É pá, é para tu veres como as mulheres se sentem... rs... rs... rs... E elas é todos os meses... rs... rs... rs..
- Não precisas de ir ao hospital? Sentes-te bem?
- Hospital, eu? rs... rs... rs... rs... Só se for para passar uma receita ao médico... rs.... rs... Isto não foi nada... rs... rs... O que não mata engorda... rs... rs...
- De certeza que estás bem?
- rs... rs... Claro que estou bem... rs....r.s... Nunca me senti melhor na vida... rs,... rs... Importante é a gente se rir...
- Más estás todo vermelho e vais ficar com um grande galo...
- rs... rs... A sério? rs... Olha, é da maneira que amanhã não vou ter dificuldade em acordar... rs... rs...

Mal todos viraram costas, eu parei de rir...
PUTA QUE PARIU A PORTA... FODA-SE...

Sangue? :-/ Ai.....

46 comentários:

P.B. disse...

Olá Jorge...

Já encontrei alguém mais desastrado que eu :D

E quanto a essa do rir para ninguém perceber o quanto aleijou também é a mais pura das verdades rs...rs..rs... O pior pior é que depois não tem piada nenhuma...

Beijinhos

Jorge Pessoa e Silva disse...

rs..rs..rs..rs..rs...rs.


Viva p.b.

A gente a rir-se e com uma vontade de espancar os outros que se estão a rir... rs... rs... rs...

Um bom dia para ti e beijinhos

leo disse...

....quedas, espalhanços, tropeções....
normalmente estatelanços no chão, nas escadas, na areia...até ao pé da cama....oh meu amigo, encontras em mim o campeão.... já tenho tecnicas de queda diversas...mas normalmente...magoo-me

e há sempre risotas para disfarçar...a dôr..ahahahah!!!

abração

Papinha disse...

Tadinho... são coisas que acontecem...mas é sempre tão chato... Todos nos rimos nestas situações...tenho uma prima, que sempre cai...por mais preocupados nós estejamos... ela não consegue parar de se rir... é quase uma terapia do riso para ela!!!

Já recuperaste??
Espero que sim...

Beijinhos
P@pinh@

Jorge Pessoa e Silva disse...

rs..rs..rs...rs..

Grande Leo, eu prefiro estar sozinho no momento das quedas. Não por causa do embaraço, porque eu em público não preciso de cair para chamar a atenção... rs... rs.. mas para poder gritar bem alto tudo o que me apetecer. Tipo estar na carreira de tiro e disparar todas as asneiras que me lembrar... rs... rs...

Abração

Jorge Pessoa e Silva disse...

rs..rs..rs..


Viva Papinha

Olha, já me sento sem problema nenhum... rs... rs... rs..,.

A tua prime ri-se? E é riso mesmo ou riso nervoso? É que se for riso mesmo, palmas para ela... rs... rs...

Beijinhos

Carla Sofia disse...

oh!Jorginho
beijinhos de ânimo para ti
eu não acho piada a essas coisas e já me aconteceu algumas vezes, uma a descer as escadas do colégio onde dei aulas, mas sabes os meninos(já adolscentes) não se riram. (ainda bem)
beijinhos jorginho

Cris... disse...

Ai, Jorge...coitado do moço!

Deves ter a bundinha toda dorida, homem!
ahahahaha

Eu um dia sai do carro a correr porque chovia muito, tropecei, e cai de barriga, toda ao comprido.

Também disse os fodases e caralhos e putaqueparius todos que me lembrei!

E quase fiquei sem respiraçaõ e toda cheia de lama.
Não és só tu, amigo...não és só tu ;)

José Faria disse...

há duas coisas animalescas que são muito más de se ter na cabeça: cornos e galos! :S

Liliana disse...

Olá Jorge :)
(já me estou a rir...)

Como tenho tendência a tirar coisas boas das situações, vou fazer o mesmo agora:
- as escadas não estavam polidas, estavam polidíssimas! (toca a passar o nr daí do grupo de limpeza de A Bola ao pessoal rsrs)
- a porta estava tão limpa que tu aceleraste sempre, sem pensar que te ias "espetar" rsrsrsrsrs

Impropérios? Fazes muito bem... É guardá-los para a posição que gostamos mais de ver certas pessoas... [de costas rsrsrsrs]

Beijo*
E espero que não estejas dorido! rsrsrsrsrsrs

Siala ap Maeve disse...

Olá! Já não vinha cá contribuir com a esmola há uns tempitos, mas que bem que sabe ler alguém saudável, para variar :)
Desde o cão que não tens (se precisares eu posso emprestar um lol), ao Viagra (no thanks), ás medições (sempre o raio do tamanho, então e de que serve tê-lo garnde e mole? Ou não saber trabalhar com o dito?? Ahh pois é...), ao na cama contigo (salvo seja lol), o teste que eu não fiz (pensavas que sim???) e aos "Nobeis"...(não necessariamente por esta ordem, mas as linahs rectas não têm muita piada!) acabo convencida que realmente és impressionante!!! :)
No jocking, adorei ter um tempinho para te poder ler. E a mim acontece-me sempre "o tiro sair pela culatra" (ou é colatra? Não tenho tempo de ir ao dicionario lol), mas normalmente mantenho a minha integridade fisica intacta lol
Beijos meus, muitos para compensar as longas ausências :)

Siala ap Maeve disse...

irra tanto "lol", mas enfim, é que tu fazes-me mesmo rir com gosto :)

Tretoso Mor disse...

Jorginho,

ahahahahahahah

o que eu já me ri com este post.

Conheço a frustração de ver os outros a rir com a nossa desgraça porque um dia, na rua dos meus pais, ia a correr para apanhar uma camioneta numa paragem mesmo à porta de um café muito frequentado (com a malta toda à porta a beber bjecas). Tu deves conhecer. À porta do estrela da Amadora.

Quando estava a chegar à paragem, vi uma latina, morena, cabelo comprido, de mini-saia, decote generoso, etc e tal, e olhei para trás. Fiz o mais dificil, com a rua larga, acertei no poste da paragem de atocarro. Mas foi com tanta força que caí para trás.

Um dos bjequeiros foi ajudar-me a levantar porque estava muito tonto e, entre gargalhadas dele e do resto da malta, ele só me dizia:

-Oh rapaz, e ainda diz o Camões que amor é ferida que doi e nao se sente?....

lol

Um gandabraço

Márcio disse...

... e até as pessoas mal humoradas, nessa altura, lançam grandes piadas.

Patrícia Villar disse...

Oh Jorginho, esta não era a semana do pénis?! Não?! Pronto...desculpa!

Beijinhos

Moon_T disse...

Caro Jorge,

penso que todos nós já passámos por episodios mais ou menos constrangedores que esses.
A meu ver, o mostrarmo-nos mais ou menos confiantes do que realmente somos não será o ideal. Se bem que eu mostrar-me precisamente quem sou ao boss tambem nao me tem trazido grandes alegrias...
Ve pelo lado positivo, pelo menos as escadas ficaram limpas para a passagem do excmo... hehehe

ps.
gostei da reportagem, a minha duvida será quanto ao acompanhamento da menina. e deixo tambem aqui uma nota de desagrado devido ao facto de este caso ser apenas uma excpção. num país que cada vez mais a saude é um negocio, as milhares de pessoas em necessidade são esquecidas para assuntos superfluos e absurdos. É sempre uma lufada de ar fresco ter conhecimento que ainda há pessoas que se interessam pelo bem estar colectivo.
obrigado

provocação disse...

O administrador deve ter pensado, ena sou mesmo popular, eles caem aos meus pés...

Papinha disse...

Jorge,
É riso mesmo...incontrolável!!! Palminhas para ela!!! Nunca vi ninguém assim!!! :D

Beijinhos
P@pinh@

Jorge Pessoa e Silva disse...

rs..rs...

Viva Carlinha

Onde é que destes aulas? De certeza que os meninos não se riram? rs... rs... Até me custa a acreditar... rs... rs... E logo a malta nova, que se ri por tudo e por nada... rs... rs... Olha, sorte a tua... rs...

Beijinhos

Jorge Pessoa e Silva disse...

Cris

Olha, o que eu gostava deter ter ouvido a dizer esses foda-ses e caralhos todos... rs... rs... rs... rs.. Ouvir uma mulher desabafar uma asneira é um fetishe que tenho, que queres? rs...rs...rs...rs..rs...

Beijocas

Jorge Pessoa e Silva disse...

rs..rs...rs...rs...rs..


Viva José Faria


De facto, está bem visto... rs... rs... E caca de pombo, não te esqueças... rs... rs... rs...

Beijinhos

Jorge Pessoa e Silva disse...

rs...rs...rs...rs...rs..

Viva, Liliana

Olha, as escadas estavam polidadas e mais polidas ficaram com as minhas calças a passar por cima... rs... rs...

O vidro estava limpíssimo e era resistente para caramba... A marrada que eu lhe dei, a correr, abriu a porta por completo sem partir o vidro... rs... rs... Devias ver a cor da minha testa... rs... rs...


Beijocas

Jorge Pessoa e Silva disse...

VIVA LOVE

Que saudades, há tanto tempo que não tinha o prazer da tua companhia. E fico feliz por saber que te riste. Já valeu a pena aquela queda... rs... rs...

Beijinhos

Jorge Pessoa e Silva disse...

rs...rs...rs..

Viva LOVE

Olha, eu ando tão bom da cabeça que comecei por responder ao segundo comentário sem responder ao primeiro... rs... rs... rs...

Até me arrepiei por teres lido tantos post para trás... ctuzes, que carinho esse. Ainda bem que o que escrevo te dá prazer ler...

E uma vez que deixaste muitos beijinhos, a ausência supera-se melhor... rs... rs... rs..

Beijinhos

Jorge Pessoa e Silva disse...

rs...rs...rs..

Viva Tretoso Mor

Moral da história? Umas bejecas faz a malta falar em poemas... rs... rs... rs... rs... rs... rs...

Segunda moral da história:
- Se tivesses voltado atrás para meter conversa com a rapariga, o pior que te poderia acontecer era levares um estalo... rs... Sempre doía menos... rs... rs... rs...

Abração

Jorge Pessoa e Silva disse...

Viva Márcio

Nada como a desgraça alheia para soltar o espírito das pessoas... rs... rs...

Abraço

Jorge Pessoa e Silva disse...

rs..rs...rs..

Viva Patrícia

Olha, até era, mas a pedido de várias famílias, homens e mulheres, incluindo a nossa mui querida amiga Cris, resolvi fazer um intervalo... Havia gente va queixar-se que já era pénis a mais... rs... rs... rs... rs..

Este esteve quase para ser um post sobre pénis... Imagina que tinha caído de frente? rs... rs... rs... rs...

Beijinhos

Jorge Pessoa e Silva disse...

Viva grande Moon_t

Concentro-me na parte que mais me tocou no teu comentário: o da reportagem sobre a Ana Rita. Já algora, malta que lê todos os comentários, páginas 6 e 7 de A BOLA de hoje. Se puderem ler o que se passa com a Ana Rita, talvez percam a vontade de dizer tanto mal da vida. Não é uma crítica, eu também sou assim e muitas vezes esqueço-me do quão abençoado sou...

Tens razão, Moon, a Ana Rita, apesar de tudo, teve alguma sorte. Mas há muitas anas neste País a precisar de ajuda.

Grande abraço

Jorge Pessoa e Silva disse...

rs..rs...rs...rs...rs..rs... rs... rs... rs...

Viva provocação

Tu queres ver que os meus colegas ainda me vão acusar de dar graxa ao administrador?

Beijinhos

Jorge Pessoa e Silva disse...

rs..rs..

Viva Papinha

Como eu a invejo... rs... rs...

Beijinhos

Carla Sofia disse...

Jorginho,
foi num colégio privado, mas também com o meu olhar fulminante, até engoliram em seco...
eh eh
Pronto eu confesso, eu ia a descer as escadas ao lado da directora e eles tinham era respeitinho à directora entendes? Porque se fosse sozinha, desconfio que iria ser risota a valer
beijoquinhas

Léa disse...

Adoro quando os seus posts são sobre tombos, escorregões, cabeçadas e etc...rsrsrs
Eu já me ri muito com os tombos do meu pai, que eu achava o campeão, até ficar sabendo das suas histórias....rsrsrs

Beijinhos de saudade!

Jorge Pessoa e Silva disse...

Ok Carlinha, esse olhar fulminante... rs... rs... Pagava para ver... rs... rs...

Beijinhos

Jorge Pessoa e Silva disse...

rs.rs..rs...rs...

Viva Lea

olha, o que vale é que tenho umas boas almofadas... rs... rs...

Beijinhos

PS- Estava com saudades suas

Equilibrista disse...

Olá Jorge =)

Eu sou aquele tipo de pessoas que quando alguém cai eu fico toda preocupada e não me consigo rir... só se vir mesmo que a pessoa não se aleijou... caso contrario, ta toda a gente a rir-se do gajo que caiu e de mim, que estou toda preocupada com a pessoa que se mandou ao chão!

A verdade é que me fartei de rir com o teu post... eu também sou a primeira a rir-me quando caio, assim não parece tão mal =/.

E hoje aconteceu-me uma cena parecida (mas desta vez nao me ri)... ia eu cheia de pressa de bata vestida (ainda sequer me consigo sentir realmente bem com aquilo vestido, o raio da bata pesa pa carago, ou pelo menos a responsabilidade que ela acarreta é grandita), ao que ao tentar subir duas escadas de cada vez pa não me atrasar... pimbas, caio no chão... levantei-me não deu nem dois segundos, mas tive que ouvir um: "A Senhora doutora esta bem?", ao que eu, toda envergonhada respondi: "Tou tou, não foi nada" sorri (deve ter sido o sorriso mais amarelo que alguma vez consegui dar) e pus-me a andar...

São sempre momentos embaraçosos, mas que depois dá sempre para a gente se rir =)

**

Jorge Pessoa e Silva disse...

rs..rs...rs..

Viva equilibrista

Esse teu instinto de médica é que te deve impedir de te rir na hora de uma queda... :-)

Olha, de facto as escadas são fonte de eternos problemas... rs...rs...

A bata pesa? Olha, eu ponho-me a imaginar e acho que te fica muito bem... Mas eu sou suspeito, porque sempre adorei as batas de médicos e enfermeiros. Literalmente cresci entre médicos e enfermeiros nos corredores do Hospital S. José, em Lisboa, já que a minha mãe era enfermeira e levava-me muitas vezes para o hospital. Cresci mimado por enfermeiras... rs... rs... já sabes de onde vem a minha necessidade de beijinhos e miminhos... rs... rs..

Beijinhos

leo disse...

....bem me parecia que tu a teres um fetiche, seria com as enfermeiras de batas curtinhas e apertadas....eheheheh

abraços

Léa disse...

Vá lá ver o que estou aprontando.

http://blogdespretensioso.blogspot.com

Jorge Pessoa e Silva disse...

rs..rs...rs...rs...rs...rs..

Não é bem um fetishe, é mais uma boa recordação... rs... rs... Eu sempre fui mimado por mulheres de bata de enfermeira ou médica... rs... rs...

Abração

Jorge Pessoa e Silva disse...

Cruzes credo Lea

Em primeiro lugar, como você tá bonita!!! Minha amiga do peito...

Em segundo, Bravo. Ganhou coragem e criou blog... Força, amiga, que bom...

Agora, fiquei na dúvida: você combinou com o Léo criar um blog logo no momento em que ele também lança o dele? rs... rs... rs... rs... Não chega vocês comentarem neste blog um a seguir ao outro e parecem que o que um faz o outro também? rs... rs... rs... rs...

Beijinhos, enormes e felizes deste seu amigo que lhe deseja tudo de bom

paulalee disse...

Jorge, que susto, hein? E de dores, como vai?

Eu, Jorge, faria bem o oposto. Como sou muito distraída e vivo passando por situações constrangedoras - sou quase atropelada quase toda semana, parece que tenho sete vidas - já sei exactamente o que fazer. Rir? Não, chorar.

Porque pior do que cair feio é ficar todo mundo rindo da sua cara por isso, risos.

O pior não é isso. É que sempre que você se encontrar com aquela pessoa, para o resto da sua vida, e mesmo que você tenha feito algo de bem mais significante, ela só vai lembrar do seu tombo, e vai te apresentar para todo mundo como aquela pessoa que levou aquele tombo à sua frente. (A única vantagem, se é que isso é vantagem, é a sua popularidade. Se você era insignificante, se antes ninguém te via, ninguém percebia a sua existência... pode contar, agora todo mundo sabe quem você é. )Aí eu choro, pode nem estar doendo tanto, mas transformo aquilo num caso de hospital, cirurgia, saída de emergência de helicóptero, caso de vida ou morte, ai-meu-Deus-estou-nas últimas.

Jorge Pessoa e Silva disse...

rs..rs...rs..

Viva Paulinha, meu anjo

Olha, você nem calcula a popularidade que eu tenho... rs... rs... rs... Entre quedas, enganos no jornal, confusões que arranjo... rs... rs... é um fartote...

E cair durante o sexo, já aconteceu? Cruzes, é com cada gargalhada... rs.. rs... Às vezes é traumatizante, mas pronto... rs... rs...


Não vejo é necessidade de você exagerar na sua reacção... rs..rs...rs... Até porque você chegava em hospital e punha logo todo o mundo bem disposto com a sua energia :-)

Beijinhos enormes

Léa disse...

Eu não combinei nada com o Leo, Jorginho, mas confesso que criei coragem vendo o blog dele.
Eu já pensava nisso desde aquele dia que vc me deu a idéia pelo msn, mas não sabia como começar.
Agora já foi dado o pontapé...rsrsrs

Jorge Pessoa e Silva disse...

rs..rs..rs.


Léa, e que belo pontapé... rs... rs..

Beijinhos, amiga querida

Pax disse...

Lololololololololololololol
Ah...
Desculpa...
Eu não queria rir...
...
A sério...
Lololololololololololololol

Jorge Pessoa e Silva disse...

rs..rs..

Pax

Não faz mal, agora até eu me rio contigo... rs... rs... rs...

Beijoquinhas