sábado, 26 de abril de 2008

O preço do pão

Fiquei escandalizado: depois de meses a pagar 90 cêntimos por seis bolas (pão), cobraram-me um euro e dezanove cêntimos. Pediram-me desculpa, mas era resultado do aumento dos cereais. Um aumento de quase 30 por cento! Eu já tinha lido e ouvido sobre isso, mas enquanto não me disseram "isto é um assalto" eu não queria acreditar. Agora, oiço dizer que o preço do arroz está a escalar mais rápido do que o petróleo e que o Evereste vai parecer um vale comparado com a fasquia que o arroz vai atingir... As maiores organizações internacionais até já alertam para uma crise mundial alimentar, por causa dos preços dos alimentos.
Há quem me lembre que nem tudo está a aumentar assim de preço. Que um plasma, um computador ou um GPS, por exemplo, estão com preços a cair a pique. O que me leva a acreditar que se a variação de preços se mantiver na mesma tendência, qualquer dia vou ter de comer plasma à portuguesa; computador com natas ou um GPS à moda do Porto. O problema é que continuo a preferir o cozido, o bacalhau ou as tripas...

1 comentário:

Xano disse...

Temo que seja preciso aumentar vertiginosamente o preço do látex (da borracha) para nascerem mais criancinhas no mundo dito civilizado e deixarmos de precisar de ser invadidos por chineses para andarmos para a frente. Agora a sério: ... não sei!