quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

O burro do Jerome

Aviso prévio: depois de me ter deitado perto das três da madrugada tive de acordar às 7 para levar o carro à revisão. Sinto-me mal. Não só porque dormi pouco, mas porque faço pelo meu carro o que não costumo fazer por mais ninguém... Por isso, enquanto fazia a barba, entre o primeiro e o segundo corte, tive o seguinte delírio:
Acabei de ouvir que Jerome Kerviel vai ser acusado por abuso de confiança após ter provocado um desfalque de 4,9 mil milhões de euros no banco francês Siociété Générale (bem feito, sempre achei presunçoso um banco com quatro acentos no nome...). Ao que parece, o jovem não retirou desta burla qualquer dividendo financeiro. Por isso, seu eu mandasse mudava a acusação para "burro... das Caldas" e mandava-o internar numa instituição psiquiátrica. Alguém que consegue fazer uma burla de 4,9 mil milhões de euros e não fica com um milhãozinho que seja para a reforma dourada quando sair da prisão, não merece respeito e será proscrito pelos seus pares.
Sei de fonte pouco segura que até já retiraram da Internet a petição para que lhe fosse atribuída a Comenda Alves dos Reis.

1 comentário:

Carlos C. disse...

Já dizia o provérbio popular: "Vergonha,não é roubar...é roubar e ser apanhado!!!"lolool
Parabéns pelo blog que veio parar à minha caixa de correio nãosei como,mas do qual pretendo ficar um leitor assíduo e participativo.
Abraço.
Carlos C.