quinta-feira, 26 de março de 2009

Alarme, sorriso e susto

I - O alarme

Adormeço, anteontem, a pensar na notícia, com base em análises dos economistas, que Portugal pode falir em 2014.

Primeira reacção minha: tu queres ver que já estamos em 2015 e eu nem dei por nada?
Segundo pensamento: como ainda estamos em 2009, andam milhares de empresários e centenas de milhar de desempregados com inveja de Portugal...

Alarmado fiquei eu depois. Por causa das famosas parcerias público/privadas das grandes obras públicas, Portugal tem uma conta astronómica a pagar em 2014. Segundo as contas que ouvi na SIC, dá 3500 euros a cada português... Como cá em casa somos quatro, comecei a fazer contas: 3500 euros x 4 = FODA-SE...

Eu bem queria fazer um daqueles anúncios:

Eu, Jorge Pessoa e Silva, afirmo solenemente que não me responsabilizo pelas dívidas contraídas ou a contrair pelo Governo de José Sócrates.

Acham que pega?


II O Sorriso

Tenho de poupar dinheiro, já percebi. Por isso, declinei amavelmente o convite para comprar um livro intitulado Receitas para Impressionar. Além de estar sem dinheiro, garanti à senhora que eu já impressiono, e de que maneira, quando me meto a cozinhar...

III - Mais um susto

Mais um estudo interessante, lido na sala de espera do consultório: Se num primeiro contacto, o homem olhar mais de 8,2 segundos para uma mulher (reparem no preciosismo), há boas hipóteses de ser amor à primeira vista. Menos do que isso, esqueçam meninas...

Fiquei assustado. É que a primeira vez que vi ao vivo o José Castelo Branco seguramente que olhei para ela mais do que 8,2 segundos... Até o queixo me caiu... Cruzes...

16 comentários:

P.B. disse...

Olá

I- 3500? Vá, isso só são 6 vezes o meu salário! Faz o anúncio e se pegar... avisa! rsrsrs

II- :D Um enorme para ti!

III- rsrsrs... Sem comentários... rsrsrsrs


Beijinhos

baco_3 disse...

Grande Jorge o melhor é vivermos um dia de cada vez e em 2014 emigrar para a Islândia onde é só louras cheias de frio.(tattoosememorias.blogspot.com)

leo disse...

desculpa lá mas ....já não estamos falidos? ... é que eu sinto-me cada vez mais em casa ... isto parece cada vez mais ...terceiro mundo ...lol ....

... grande abraço e bom fim de semana ....

Jorge Pessoa e Silva disse...

Cruzes P. B.

I - Tenho de avisar o teu patrão que anda a pagar muito pouco pelo teu génio

II - Outro para ti

III - É mesmo melhor nem comentar...

Beijinhos

Jorge Pessoa e Silva disse...

Viva baco_3

Sempre tive curiosidade em conhecer a Islândia. Giro são aquelas nascentes de água quente, onde a malta se banha e com gelo por todo o lado...rs..rs...

O problema, é que no Inverno aquilo quase não tem dia. E isso mexe-me com o sistema nervoso... rs.. rs...

Quanto às islandesas... bem, é melhor mudar de assunto...rs..rs..

Grande abraço

Jorge Pessoa e Silva disse...

Viva Leo

Tiraste-me a pergunta da boca. Vale que temos gente do primeiro mundo, Leo.

Grande abraço

Moon_T disse...

Dignissimo,

I - alarme?
como poderia-mos esperar outra coisa que não isso do nosso país? desde que me lembro de ser gente que oiço falar da "Crise". ja estamos em recessão há pelo menos tres decadas e a cada mudança de Governo só piora. Enquanto o povo portugues se continuar a acomodar e cingir-se a críticas isto nunca há-de mudar,meu caro. O unico grande passo que Portugal deu na Historia recente foi quando o povinho gritou "o povo é quem mais ordena". Mas isso dá trabalho não é? ~Há sempre risco... pois é, mas continuam a correr para as mesas de voto e votarem na mesma merda do costume porque "arriscam" que o deputado desta vez esteja a falar a verdade.
Convenhamos que no ponto em que nós estamos até podem ter a melhor vontade do mundo que pouco ou nada adianta. Reeinvindicam por meros trocos de aumento salarial e não reparam que os modestos raminhos das mesas da AR e afins valem mais que o vencimento minimo.
Obvio que se despedirem meio mundo podem se dar ao luxo de aumentar os restantes uns trocados e ainda ficam com o ganho... esquecem-se depois que quem está a trabalhar e foi aumentado vai ter de pagar mais para sustentar quem está desempregado...
Épa, criticas todos sabem fazer e agir não? São meia duzia de revoltados que decidem fazer greve que vai adiantar alguma coisa?
Não tenho respostas sinceramente. Infelizmente não tenho, mas como qualquer portugues que se preze tenho dividas e sonhos. Custa-me ver quem de direito a sorrir para as camaras enquanto nos metem a mão no frigorifico (sim pq se vão ao bolso já ´não encontram nada)


II- tambem gostaria de, um dia, editar um, mas não vejo lógica em faze-lo para depois ainda ter de pagar para alguem ficar com ele...


III- acreditar no amor à primeira vista é tão utópico como acreditar que a qualidade de vida em portugal para este ano vai aumentar.

O Amor a meu ver é composto de um sem numero situações e de factores, demasiados até para os nomear aqui.
Não vamos confundir "amor à primeira" com "tesão"... ou no teu caso com JCB, admiração.





Bem voltado meu caro!

ps.
lá me estiquei eu de novo nas linhas...porra

Antonia Ferreirinha disse...

Fodidos andamos todos, é caso pra dizer que anadamos com uma mão à frente e outra atrás.
Puta que pariu ou que há-de parir.
Beijocas.

EAM disse...

Oi Jorge,
I- Se o anúncio resultar avisa.
É que cá em casa também somos quatro.

II- Tens muita sorte, pois eu já não impressiono ninguém, muito menos a cozinhar.

III-Se visse o José Castelo Branco ao vivo acho que ficaria a olhar o dia inteiro, mas alguém teria que vir fechar-me a boca.
E Jorge, para mim José Castelo Branco não é He nem She, é It.


Beijinhos.

Jorge Pessoa e Silva disse...

Grande Moon_t


I - Tens razão e eu estou sempre a dar o exemplo italiano, de enorme instabilidade governativa, com crises institucionais a toda a hora, mas uma economia que funciona porque a sociedade não está de mão estendida à espera que o Estado resolva as coisas. Mas, por outro lado, eu gostava de saber que os meus impostos são bem aplicados e que ninguém assume dívidas por mim que vou ter de pagar. Eu e os outros portugueses.
Cada vez mais voto em branco. O risco é que apareça por aí outro Salazar. Que, perdoem-me se disser alguma heresia, foi importante para a história de Portugal, face ao caos existente, até 1945. Depois, o pulso de ferro transformou-se em cegueira, autoritarismo, miopia, ditadura... Estarmos à espera de um novo D. Sebastião é um risco enorme. E, claro, o importante seria tomarmos as rédeas do nosso destino. Como disse Romário um dia, «o bom treinador é o que não atrapalha». Cada vez mais aplico esta máxima aos governantes.

II - Eu ficava com um...rs...rs..

III - Amor à primeira vista é, também acho, força de expressão. Mas também pode ser mais do que tesão. Ficamos pela paixão...

Grande abraço e obrigado

Jorge Pessoa e Silva disse...

rs..rs...rs..

Viva D. Antónia

Estava com muitas saudades desse teu espírito rebelde e dessa tua maneira despachada e descomplexada de ser...rs..rs...rs..

Beijinhos enormes

Jorge Pessoa e Silva disse...

Viva Fátima

I - Acho que não vai resultar. Mas eu aviso...rs...rs...

II - Eu impressiono. Impressiono tanto que mais ninguém quereria repetir...rs...rs..rs...rs.

III - Tem razão, aquilo é mesmo um "it"

Beijinhos

Joao disse...

Viva Jorge

I - são 3500 pro tgv, pra nova ponte, pro aeroporto. só falta uma auto-estrada prá madeira.
Como disse o outro Socrates: "Sábio é aquele que conhece os limites da própria ignorância". Mas há Sócrates...e Sócrates. né verdade?

II - Na cozinha é sempre a sorrir.
Se sair bem...até avalanches de baba saem do tal sorriso de herói. Se sair mal é o tal sorriso maroto...

III - Adoro Castelo Branco. A Cidade claro. O q estais a pensar?
8,2 segundos? Huummm...apaixono-me por dia umas 300 vezes. O contrário? Suponho que as mulheres precisem apenas de uns 0,3 segundos. ;)

Abraço do amigo "Nico" (remember?)

Jorge Pessoa e Silva disse...

Viva João


I - Um que sabe e diz que nada sabe e outro que diz que sabe e...

II - Eu é mais sorrisos marotos e sorrisos amarelos das outras pessoas... rs.. rs..

III - Também gosto de Castelo Branco. Passo muitas férias bem lá perto. E a ser verdade o que dizes, muitas mulheres se apaixonaram por mim...rs...rs... O que eu andei a perder...rs..rs..

Nico? Por favor, não te zangues comigo, mas preciso de ajuda. Às vezes até me assusto com as minhas perdas de memória. Dá-me mais pistas :-(

Joao Filipe disse...

"nico" de "nicotina"; grupo de jovens; ok...joão filipe patrocinio henriques

mais?

abraço

Jorge Pessoa e Silva disse...

Chega João, chega... Lembras-me tempos que foram dos melhores da minha vida. Infelizmente, perdi o rasto a quase todo o pessoal. Ainda no outro dia fui à missa, e já não lá ía há algum tempo, e só conhecia o Rui Mateus, o Herculano e as irmãs mais novas da Carla Colimão. Ainda via o Calapez de vez em quando, ou o Gorby, ou o Nuno Só... Enfim, a vida absorve-nos de tal forma, que tudo parece tão longínquo. E já não é a primeira vez que cometo a injustiça, que muito me penaliza, de ter de puxar pela cabeça para me lembrar das pessoas.

Como vais, ilustre?

Um abraço