quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Grande Mestre Badio

Admiro a insistência do 'Grande Mestre Badio', que de vez em quando deixa, ou alguém por ele, um papelinho no parabrisas do meu automóvel a 'oferecer' os seus inestimáveis préstimos para resolver todos os meus problemas.

Senhor Badio, eu não quero que resolva todos os meus problemas, caso contrário a vida não tinha sal. Quero ser eu a resolvê-los.

Diz Vossa Excelência que resolve problemas e falo apenas de alguns exemplos:

«Casamento» - Pois eu tenho duas maneiras de o resolver: chamam-se «casar» e «divorciar». E fica resolvido.

«Dinheiro» - Também tenho dois remédios: «ou se tem» ou se «não tem». E gosto daquela máxima de «quem não tem dinheiro não tem vícios».

«Aproxima e afasta as pessoas» - Muito simples: para aproximar é dizer que se tem muito dinheiro, para afastar é dizer a verdade na cara das pessoas. É tiro e queda...

«Saúde» - Não ligar patavina para o que o grande mestre promete é revelador de uma boa saúde... mental.

«Maus olhados» - Como só me afecta quem eu deixo, conheço um escudo infalível para mostrar a quem nos lança maus olhados. É uma mão, com o dedo do meio bem esticado e os outros aninhados...

Fiz-me entender, 'Grande Mestre Badio'?

12 comentários:

Blueminerva disse...

Voltasti! Voltasti! Voltasti! Voltasti! Voltasti! Voltasti! Voltasti! Voltasti! Voltasti! Voltasti! Voltasti! Voltasti! Voltasti! Voltasti! Voltasti!
Da próxima vez que tiver o privilégio de partilhar uma mesa de café contigo, quero ouvir-te a cantar Bonga!



beijos

P.B. disse...

Olá Jorge :)

Sê bem retornado...

E aqueles que se põem na rua ou supermercados ou outros sitios que tais a distribuir os mesmos papéis?
Haja quem os avise!
Esperemos que todos leiam este teu recado para desistirem de uma vez :P

Beijinhos

Jorge Pessoa e Silva disse...

rs..rs..rs..rs..

Viva Bluminerva

Eu - é diakandumba - eu - é
E nu ilumba
Xalenu ku kuijia
Oh kitade ia nguene
Gasta bem.

Eu - é diakandumba - eu - é

Gosta ximbuilado
Fuba peneirada
Kiabos kia vimba
Mesa kiambote.

Eu - é diakandumba - eu - é

Oh muade ua tula
Oh vinho male
U xala raivado
Kitade uabu - eu
Eu - é diakandumba - eu - é

Majandende queimou
Olo nuha
Vizinha uá monó
Sonhi ua bixila. (Kubata)

Eu - é diakandumba - eu - é

N'gazuela n'go Ku n'gui xinguele manhenu
Ora mole - mole
Ora rijo - duro
Dia kandumba - pé - kia


Para a próxima canto-te Paulo Flores. Gosto mais :-)

Beijocas

Jorge Pessoa e Silva disse...

Viva P. B.


'Retornado' é uma escolha interessante de palavra... rs..rs..rs..

Não tenho esperança de (des)converter ninguém, mas tento...

Estás por cá, ou ainda em missão?

Beijinhos

P.B. disse...

Ainda estou em missão, mas só até sabado. Apartir de terça, dia 16, a missão passa a ser em Olhão!

Longe na mesma mas sempre é continente!

Beijinhos

@tt disse...

Meu querido Jorge...
Já precisei e muito dessa infra-estrutura chamada IC19. Caso não se lembre, morei muito perto (mesmo) do dito e com toda a certeza era o meio mais rápido para me deslocar... contudo os meus horários eram estranhos.
Às 5h30 da manhã não há trânsito e às 14h também não... sorte a minha!!! =))





Kisses

Jorge Pessoa e Silva disse...

P. B.

Olhão? Andas longe de casa... E o meu amigo Márcio, como anda com tudo isto? Que remédio...

Beijinhos

Jorge Pessoa e Silva disse...

Atittude

Isso não são horários estranhos... rs.. 5.30 é violência mesmo...rs..rs..rs..

E sim, calro que me lembro :-)

Beijinhos

Anónimo disse...

Esse mestre debe de ser do nuorte!
Se fosse de Lisbaua era Vadio!

Bau ligar-lhe a ber se me resolbe a minha bida, que tánto jeitinho me daba! :D

Sofia

Jorge Pessoa e Silva disse...

rs..rs..rs..

Sofia

Mainada...

rs..rs..

Beijinhos

paulalee disse...

Estava aqui actualizando a leitura do blog, e a do seu blog mais sério também...

Como sempre, excelentes sugestões!!!

Mas eu gostei mesmo é do Malembe, Malembe... pra se dizer na cama.

Jorge Pessoa e Silva disse...

Pauliiiiinha

A sério que estou há um tempão à procura de uma resposta inteligente ao seu comentário...rs..rs..rs..

Desisto...rs..rs..rs..rs..


Beijiiiiiiiiiiiiiinhos