quinta-feira, 30 de abril de 2009

Descubra a diferença



Ora aqui está uma mensagem plena de originalidade. Aliás, eu próprio pegava na ideia e sugeria mais algumas:

1 - «Eu sou drogado, não sou toxicodependente. Os toxicodependentes vão a consultas...»

2 - «Eu sou juiz de campo, não sou árbitro. Os árbitros são filhos da...»

3 - «Eu sou primeiro-ministro, não são político. Os políticos estão-se a borrifar para o povo...»

4 - «Eu sou banqueiro, não sou chulo. Os chulos têm problemas com a Justiça...»

5 - «Eu sou corrupto, não sou criminoso. Os criminosos estão presos...»


Eu próprio vou usar uma T'shirt

6 - «Eu sou brincalhão, não sou humorista. Os humoristas estão no Governo a fazer concorrência desleal...»

22 comentários:

provocação disse...

Pois, diferenças assim de repente parece-me que não há....isto em filosofia tem um nome, acho que são sofismas, não?
Beijinhos Jorge...

P.B. disse...

rsrsrs

:(
Não me ocorre nenhuma expressão para juntar à tua lista!

Beijinhos

Jorge Pessoa e Silva disse...

rs..rs..rs..rs..

Viva provocação

Em português também anda pelos domínios do eufemismo, embora continue a preferir sofismas... rs.. rs...

Beijinhos

Jorge Pessoa e Silva disse...

Viva P. B.


Viva P. B.

Se te lembrares vais sempre a tempo... rs..

Beijinhos

gabrielle disse...

diferença: tu tens graça, os do governo são uma desgraça :(

não sei fazer piadas, mas gosto de rir contigo

beijinhos, prometo voltar para o tal debate, não existe o clube dos indecisos???

JC disse...

8 - Eu tomo xanax, mas não ando ansioso.
Ansiosos andam aqueles que não o tomam...

Raven Black disse...

também quero uma dessas!

Jorge Pessoa e Silva disse...

rs..rs..rs..rs..

Viva Gabrielle

Em primeiro lugar, me curvo em sinal de comovido agradecimento

Em segundo, aqui há espaço para todos, até para os indecisos, os votos contra e a favor, os sim, os não, os talvez e todos os que venham de boa fé a acrescentam algo ao debate.

Beijinhos

Já me esquecia: em terceiro, gostei da foto que escolheste para o perfil. A paisagem é muito bonita...rs...rs... E aquele azul de mar é de cortar a respiração rs... rs..

Jorge Pessoa e Silva disse...

rs..rs..rs..

Viva JC

Olha, eu já tomei... rs... rs...

Obrigado pelo contributo

Abraço

Jorge Pessoa e Silva disse...

rs..rs..rs..

Priminha linda

Já vou reservar uma para ti... rs... rs...

Beijoquinhas, linda

Contador de histórias disse...

Muito bom! Mas já agora, hoje em dia que vivemos na época das profissões com nomes ponposos, permite-me corrigir um erro gravíssimo!!! Não são políticos, são técnicos de descapitalização maciça do povo. Abração

Joao Filipe disse...

Ora viva.

Em 1º lugar, continua a brincar, para o mundo continuar a cantar.

Agora...aqui vai...

"Eu sou um rico gajo, não sou um gajo rico. Os gajos ricos são juízes de campo, primeiros-ministros, banqueiros e corruptos."

Abraço e bom dia do "não trabalhador"

paulalee disse...

Boa ideia para "T-shirts Rio Logo Existo".

**laura** disse...

A propósito do cortejo de finalistas que ontem assisti, estava a tentar lembrar-me de alguma coisa que comparasse os estudantes com bebedeiras, nesta semana académica. Só se via cerveja, cerveja, cerveja... Mas não me ocorre nada!

Ah! Confesso que tenho saudades do tempo de estudante (finalista, principalmente, grande ano aquele!!!) mas nunca gostei de cerveja, a não ser a borbulhar no tacho com o belo do franguinho!! :D

Bom fim-de-semana :D

Jorge Pessoa e Silva disse...

rs..rs...rs..

Grande Nico

Sempre em forma, eu apoio a tua frase...rs..rs..

Olha, só por acaso estou de folga, porque há muitos feriados em que vou trabalhar...

Grande abraço

Jorge Pessoa e Silva disse...

rs..rs..rs..

Viva Paulinha

Boa ideia...rs...rs... Ainda vou abrir uma linha de T'shirts Rio Logo Existo...rs.. Você é genial...rs..


Beijinho enorme

Jorge Pessoa e Silva disse...

rs..rs..

Viva Laura

Tu acreditas que eu só passei a gostar de cerveja quando fiz 31 anos? Até lá nem sequer gostava da prova.. Agora, essa imagem da cerveja e do franguinho...rs...rs... Hummm, abriu-me o apetite...rs...rs..

Olha eu tenho saudades dos meus tempos de estudante. E lamento não ter aproveitado como devia...

Beijinhos
Beijinhos

Jorge Pessoa e Silva disse...

rs..rs..rs..

Viva Contador de Histórias

Olha, tu assumiste para ti esse nick, mas quem realmente nos conta histórias da carochinha são os "técnicos de descapitalização maciça do povo" rs...rs..rs...

Até o dia em que decidamos ser "técnicos de examinadores da próstrata" para os colocar em sentido...rs..


Abraço

**laura** disse...

Eu também podia ter aproveitado mais e melhor... Passei os primeiros tres anos triste por estar longe de casa em vez de aproveitar tudo de bom que estudar em Lisboa me trazia... Mas os dois últimos anos foram melhores! :)

Ah! Ao jeito do teu post, diria que eu ficava alcoolicamente bem disposta, não ficava bêbada. Os bêbados eram os que eu tinha de aturar... ehehehheh

Jorge Pessoa e Silva disse...

rs..rs..rs..


Laura

Olha, para desgosto meu, tentei por duas vezes ficar bêbado e não consegui...rs... Uma com seis shoots seguidos, outra tendo bebido mais de 30 imperiais... E nada, bolas... Ou seja, era também dos que ficava a aturar os outros...rs..rs...

Beijinhos

Equilibrista disse...

"Eu sou estudante de Medicina, não sou marrona. Os marrões não têm vida..."

E esta foi a minha reflexão do dia =)

**

Jorge Pessoa e Silva disse...

rs..rs..rs..

Bela reflexão, Equilibrista

Sabes, no curso de Direito eu aprendi que mais importante que ter as leis na cabeça é saber onde as encontrar e como as interpretar. Na medicina não deve ser muito diferente. Eu sempre embirrei com um sistema de ensino mais virado para a memorização do que para a interpretação, para a capacidade de pensar.

Além de que todos nós temos vida, como dizes, e não deixarás de ser uma brilhante médica por não sabes todos os princípios activos que existem, por exemplo...

Beijinhos