domingo, 25 de abril de 2010

Às voltas com Rita Pereira. Salvo seja


Enquanto estava na fila para pagar gasolina, decidi dar uma vista de olhos para os escaparates e ver as primeiras páginas dos jornais e revistas. Sempre me diatraío e alivio a ansiedade da hora do pagamento, já que cada vez que chego à caixa e o empregado me pergunta qual o número da bomba a pagar eu juro que me parece que ele está a dizer... «isto é um assalto»...

Na primeira revista que coloquei os olhos, a manchete era Rita Pereira. Garantia-se que já andava a divertir-se com um novo amigo e, logo, tinha esquecido o Angélico; Mesmo ao lado, outra revista escolheu para manchete a... Rita Pereira. Para dizer que... está deprimida por não conseguir esquecer o Angélico...

Eu rio-me e acho que isto é já uma nova moda do jornalismo cor de rosa: fazem-se manchetes diferentes sobre o mesmo tema ou pessoa e o leitor que escolha, conforme lhe agradar mais. Quem está a torcer que a Rita arranje novo namorado compra uma, quem acha que ela não vai esquecer nunca o Angélico, compra outra.

Mas atenção, há limites para esta política. Se eu leio numa revista «José Sócrates vai demitir-se por ter chegado à conclusão que é mesmo mau primeiro-ministro»; e na outra «José Sócrates jura que se vai candidatar a novo mandato por achar que é o melhor primeiro-ministro de sempre», está bom de ver que... compro as duas. Mas uma é para queimar...

8 comentários:

Lize disse...

Queima-a beeeem :P
Por acaso também tinha reparado nisso ontem, enquanto o meu pai comprava cigarros xD
Acho que em certas alturas deve ser insuportável pessoas como a Rita Pereira aturarem as manchetes das revistas, mas por outro lado, faz parte, e até lhes dá lucro. Está na moda, dá dinheiro. Easy easy.

Jorge Pessoa e Silva disse...

Viva Lize!!!!! :-)

Como estás? Por cá. Que bom rever-te

Por acaso nunca comprei nenhuma dessas revistas, mas cada vez mais me convenço que não são para dar notícias, mas para obras de... ficção...rs..rs..

Beijinhos

Miss Shag well disse...

Olha, de ti só poderiam escrever que és fabulástico. :)))


Beijos

Jorge Pessoa e Silva disse...

Joaninha

Como as revistas inventam muito, dizerem isso era capaz de significar o contrário..rs..rs..rs..

Depois, eu só venderia se namorasse com uma famosa ou entrasse numa telenovela. Novela por novela, que seja esta da vida real...


Beijocas

EAM disse...

Sócrates como primeiro ministro outra vez!!!!????
Nem como manchete de revista cor de rosa, ou será que os eleitores ainda acreditam no pai natal?

Beijinhos

Jorge Pessoa e Silva disse...

Olá, Fátima


Olha que há que acredite... a julgar pelas sondagens...

Beijinhos

SS disse...

:) Muito bom! O Sr. não tem esse bom senso!

Jorge Pessoa e Silva disse...

Olá SS :-)


De facto, se bom senso fosse avaliado pelas agências de rating, há muito que tinham cortado bem mais... lol

Beijinhos