terça-feira, 4 de novembro de 2008

Português e chinês num casino

1 - Entrei no casino do Funchal e parecia que estava em Macau... Um grupo de chineses, acredito que turistas, assambarcou uma das mesas da rouletta, outros foram para o Black Jack, tudo paradas altas, não fizessem os chineses, como a generalidade dos orientais, do jogo um dos entretenimentos preferidos...

De facto, os chineses a jogar têm classe, percebe-se que jogar a dinheiro é algo que parece ter nascido com eles. Comparado com os portugueses, então, dão uns 20 a zero.

É que enquanto eu vi um português perder dois salários meus a jogar Black Jack e a abandonar a mesa com dois murros violentos e um sonoro «vão todos para o caralho, seus filhos da puta, ladrões de merda...», os chineses perdiam a mesma fortuna, mas apenas diziam, baixinho, qualquer coisa que me parecia "ula kai maia"... Que deve ser algo como «olha, até tenho os olhos em bico...»

2 - O português perdeu a cabeça... Eu também acharia estranho que a mesa ganhasse quase todas as mãos, mas isso sou eu que me fascino como é que os casinos, que já levam vantagem nas probabilidades de ganharem, ainda desafiam as probabilidades estatísticas a níveis inacreditáveis... Mas, se aceito as regras do jogo, não me posso queixar.

Os casinos devem ser o único lugar do mundo onde uma pessoa diz que está a ser assaltada, grita que está a ser assaltada; mas continua a dar rios de dinheiro a quem diz que o está a assaltar e em pleno assalto...

«Estás a roubar-me, filho da puta. Mas olha, toma lá mais cem euros...» Faz sentido?


3 - Eu entro num casino umas duas a três vezes por ano. E a minha filosofia é simples: pego em 10 euros, vou para as máquinas de poker de 10 cêntimos o lance e jogo até perder os dez euros. Estou ali uma meia hora, divirto-me, vou ganhando e perdendo e saio. Mas quando entrei no casino não tinha notas, pelo que fui levantar a uma caixa multibanco do casino. A máquina pensou: este rapaz deve ser rico, por isso, vou oferecer-lhe a opção mínima de levantar... 100 euros... Desculpe?, perguntei eu à máquina. 100 euros? Depois de muito negociar, lá consegui que a máquina me auorizasse a levantar apenas 50 euros. Ficou a olhar para mim de lado. «Teso», disse-me... Levantei-lhe o dedo do meio, fui trocar a nota de 50. Investi 10, chateei-me ao fim de meia hora, levantei os nove euros que ainda tinha na máquina. E não insultei ninguém. Só a máquina do multibanco.

26 comentários:

P.B. disse...

Olá


Mas ao contrário de ti são muitos os que se vão viciando no jogo e não têm noção do que vão gastando... até chegar ao ponto de gastarem o que têm e o que não têm... Eu nunca entrei num casino, mas forreta como sou dúvido que me deixasse ir nessas loucuras! rsrsrs

Beijinhos

Márcio disse...

"... forreta como sou dúvido..." Upa upa!!

Cris... disse...

Já eu um dia fui obrigada simpáticamente por um amigo a entrar no bingo do sporting em quanto esperávamos o autocarro.
Disse que não, mas ele insistiu, e eu achei que não tinha nada de mau ir ver o que isso era.
Investimos 1000 escudos cada um (sim, ainda o € nem tinha nascido), e ganhámos 14 contos.
Pronto, não foi mau. Sorte de novata!

Léa disse...

Vejo que meu amigo está aproveitando bem a viagem.
Aqui no Brasil os cassinos são proibidos. Mas penso como você, prefiro jogar de pouquinho.
Meu dinheirinho não é capim.


Beijinhos

Papinha disse...

Pois bem,

Eu em casinos sempre fiz o mesmo que tu, troca a notinha de dez euros.. e toca de ir brincar para as slot...sim que eu de poker pouco sabia!!!
Mas agora estou addicted, jogo poker diariamente, mas online ainda não enfrentei uma mesa ao vivo, mas secalhar prefiro ficar-me por estas brincadeiras online. POnho 34 euros = 50 dólares e tenho que me aguentar dois meses. Jogo jogos com apostas baixas e vou ganhando e perdendo...é divertimento puro!
Tem é que haver auto controlo, e quanto a isso e como sou poupada, não tenho tido problemas!!!!

Bem beijinhos
P@pinh@

provocação disse...

Pior são os casinos online, já vi perder 4200€ em vinte minutos. Lamento, mas não apoio nem entendo. Para mim é 2€ de quando em vez no euromulhões e já é dose!

Jorge Pessoa e Silva disse...

rs...rs...

Viva p.b.

Estás a ver? Ser forreta tem muitos lados positivos... rs... rs... Até cairesm em tentação é mais complicado... rs...

Beijinhos

Jorge Pessoa e Silva disse...

rs..rs...rs...rs...rs...rs..

Tu também és forreta, MÁRCIO? rs... rs... Olha que coincidência... rs... rs...

Grande abraço

Jorge Pessoa e Silva disse...

rs..rs..rs...rs..

Viva Cris

Olha, tens de ir ir comigo ao bingo... rs... Eu até invisto os 2 mil escudos, quer dizer, 10 euros... rs.. rs... E dividimos os lucros... rs... rs...

Beijinhos

Jorge Pessoa e Silva disse...

rs..rs..rs..rs..

Proibido mesmo, Léa? Não sabia. Eum, de facto, jogo pouco. Só uma vez perdi a cabeça e gastei 25 euros numa noite... Mas, se todos fossem como eu, os casinos iam à falência? rs...

Beijinhos

Jorge Pessoa e Silva disse...

rs..rs..

Viva Papinha

Se calhar já te cruzaste com o meu irmão, que também passa horas no pker online. Mas estou preocupado com o puto (tem menos 17 anos do que eu), porque ele, por norma, ganha... Não muito, mas em poucos meses já amealhou uns três mil euros. O problema é ele querer apostar a sério naquilo. Eu acho que ele venceria, mas...

Beijinhos e... boa sorte

Jorge Pessoa e Silva disse...

Cruzes, Provocação...

Infelizmente vamos ouvindo histórias dessas. É doença mesmo... Acho que toda a gente deveria ter um curso para perceber como funciona um casino e quais a probabilidades de ganhar...

Beijinhos

P.B. disse...

Pois... o Márcio tem a mania de gozar comigo...
Acho que tenho que ajustar umas contas com ele!

Beijinhos

Papinha disse...

Jorge,
Quanto a mim se ele apostar de dinheiro já ganho...nunca perde...só não ganha é tanto... Por isso se deve começar com pouco...e quando se amealha algum tira-se para o lado e joga-se com o restante!!! Jogar com o dinheiro ganho, nunca é um perder que altere a tua vida...temos é que conseguir descobrir os limites!!!

Beijinhos
P@pinh@

Jorge Pessoa e Silva disse...

rs..rs..rs..rs..

Olha P. B., eu nem tinha percebido que ele estava agozar contigo e que não estava a falar dele... rs... rs... Cabeça a minha... rs...rs... Mais não deixa de ser engraçado....

Agora, vejam lá como é que vão ajustar as contas... rs... Se bem que nada tenho a ver com isso... rs... rs...

Beijinho

Jorge Pessoa e Silva disse...

Tens razão, Papinha... Pelo que sei, ele já teve o lucro suficiente para poder jogar de forma confortável... De vez em quando vai a torneios, mas só com o que já ganhou... Espero que nunca se precipite na ânsia de ganhar dinheiro. Que o vai ganhando...

Beijinhos

Pax disse...

Eu também só entrei em casinos duas vezes para jogar, por pura curiosidade. Nem sei como se chamavam as máquinas. Apostei os mesmos 10 euros, uma das vezes até ganhei 12 e ainda hoje lamento não ter saido naquele momento...:(
Ou seja, uns segundos mais tarde saí na mesma, mas sem os meus tais 10 euritos, o meu limite, que o dinheiro custa muito a ganhar!

Beijos :)

Jorge Pessoa e Silva disse...

rs..rs..rs..

Pois é Pax, sair no momento certo é difícil... rs... rs... pena que muta gente~só saia quando perde tudo... A não ser que o tudo seja como nós fazemos: tenho aqui 10 euros, não os gasto para ganhar, apenas para me divertir um pouco. Com sorte até ganho. Mas se perder, penso que duas cervejas no bar seriam até mais caras... rs...

Beijinhos, amiga

Pax disse...

Por isso é que é bom estabelecer o limite e não se deixar levar pela ilusão do momento.
Decide-se 10 euros, cumpre-se e não se cede à minima ilusão de lucro, acho que é a melhor técnica.
Quem o faz pode perder a hipótese de ganhar mas pelo menos também não se dá mal.

Beijos :)

Léa disse...

É proibido sim, Jorginho. Há muitos anos era legalizado, mas depois proíbiram.

Beijinhos.

leo disse...

ena, ena,....eu também queria um emprego desses...é só boa vida...refastelado em bons hotéis, piscina, jaccuzzi.....belas mulheres a apaparicar o galho...eheheheh

abração......brrrrrrr..... com frio e chuva!

Equilibrista disse...

Hoje só te digo...

Andar a perder dinheiro em casinos... naa... é sempre melhor empregue comprar uma recularia de chocolates e come-los em altura de depressão!! (Nem que sejam só 10€, já imaginaste quantos chocolates não dava para comprar :p)
segundo, a diferença entre os chineses e portugueses é que eles têm uma visão 16:9 das coisas... deve ser isso =)

**

Jorge Pessoa e Silva disse...

Assino por baixo, Pax... Eu reconheço que o jogo é muitas vezes um impulso difícil de controlar e quanto mais se perde mais se deseja recuperar o pedido. É um ciclo vicioso. E eu vi, no casino, o homem a insultar tudo de ladrão para cima, enquanto abria a carteira para tirar mais uma nota de cem. Arrepiante...

Beijoquinhas

Jorge Pessoa e Silva disse...

Olha, Léa, sempre a aprender... Calculo que jogo do bicho também não seja legal... rs...rs..

Beijinho

Jorge Pessoa e Silva disse...

rs..rs..rs..

Grande Leo, estava a ir muito bem até à parte das... mulheres... rs... rs... Onde estão elas? rs... rs...
Mas olha que eu vim mesmo trabalhar. Porto, o escritório é que é um pouco melhor... rs... rs... Vê o outro lado da moeda: não custa trabalhar não sei quantas horas por dia (ok, é um trabalho que gosto muito) num local paradisíaco como este? rs.. rs...

Abração

Jorge Pessoa e Silva disse...

rs..rs..rs..rs..rs...rs..r.s..r.s...r.s...

Viva equilibrista

16:9? rs...rs...rs...rs.. Boa... rs... rs...

Bei...rs...ji...rs...nhos...rs..